Filho mata pai em Santo Antão: familiares acham que o crime foi premeditado

24/02/2014 00:21 - Modificado em 23/02/2014 22:55

Crime-writingManuel João Andrade, de 72 anos, foi agredido até a morte pelo filho, Silvino Andrade (Manhoc), de 42 anos, na tarde de sexta-feira, 21, em Tanque, Ribeira Grande, Santo Antão. A causa da morte foi asfixia e alguns golpes na cabeça. O agressor, foi apresentado ao Ministério Público neste Domingo, pelas 9:00.

 

A César que assistiu a agressão relatou ao NN que, “Manhoc pegou o pai no pescoço e estrangulou-o”. A testemunha , ainda, chamou o agressor na tentativa deste soltar o pai. Mas foi empurrado contra uma pedra e ficou sem acção. César acrescenta ainda que o ” agressor pegou o pai de surpresa e este não teve tempo de reagir “. Explica que “Manuel Andrade tinha a sua navalha no bolso não teve tempo para reagir”

 

De acordo com um outro o filho da vítima, a causa da morte de Manuel João Andrade foi asfixia e golpes na cabeça. Sobre a forma como ocorreu o homicídio acredita que houve premeditação, , visto que o irmão sabia que o pai estava sozinho. E revela que ele vinha ameaçando os familiares de morte.

Sobre que terá levado Manhoc a cometer o crime sustenta que ” ele era usuário de drogas e já tinha passagem pela Policia, e nos últimos tempos estava alterado por causa das drogas”. Questionado pelo NN se o irmão padecia de alguma doença mental disse que não. Caberá ao juiz , se assim entender ou sentir necessidade requer um exame de sanidade mental.

 

O NN sabe que, Manhoc pôs-se em fuga, mas foi detido pela Policia Nacional. Ele foi apresentado ao Ministério Público neste Domingo, pelas 9:00, para as primeiras declarações.

O corpo da vítima foi levantado, no início da noite de sexta-feira, pelos Bombeiros Municipais, autoridades judiciais e sanitárias, e foi a enterrar neste

Sábado.

 

  1. “Manuel Andrade tinha a sua navalha no bolso não teve tempo para reagir”- Tempo para quê? defender com essa arma? Não acredito. Eu conhecia esse homem, sei que era muito educado honesto e que nunca teria coragem de usar a navalha para o próprio filho mesmo sabendo que estava a ser agredido. Estar com navalha no bolso é natural porque este, era agricultor e a navalha faz parte dos instrumentos de trabalho na agricultura. Sejamos coerentes em advinhar o que a vítima pretendia.

  2. Miranda Antonio

    Caro conterrâneo Antonio Miranda ; nao me creio que , seja quém for , nao utiliza uma arma para se defender de seja quém for ??? Mesmo se tratando do proprio filho ???A ligitima defesa é reconhecida em toda parte do mundo!.. Pena que o homem tenha morrido sob o estado de espirito do proprio filho ,provocado por esta maldita ” droga ” que destroi os nossos jovens desta geraçao !..Que ( aquele ) infeliz se descanse em paz !..

  3. Ai coitado do meu tio Manel, que saudades que eu fico de si, infelizmente não pude apanhar o enterro porque estou longe.
    Deus lhe dê um descanso em paz!
    Obrigada NN foi graças a vocês que fiquei a saber de tudo!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.