Segurança portuária: Scanners estão há três anos sem utilização

21/02/2014 07:40 - Modificado em 21/02/2014 07:40

scanner portuárioOs Scanners comprados há três anos pela ENAPOR não estão activos. Depois de instalados no Porto Grande do Mindelo, da Praia e da Palmeira no sentido de reforçar a segurança no tráfego de contentores , não foram utilizados.A Ministra da Administração Interna, Marisa Morais assegura que o problema de funcionamento dos scanners tem ligação directa à Polícia Nacional. Mas que o Ministério esteve a envidar esforços junto da Enapor e de outros parceiros para resolver a situação.

 

“Trata-se de um equipamento fundamental para a segurança em Cabo Verde e não se justifica que não esteja a ser utilizado. Vamos trabalhar juntamente com os demais parceiros, particularmente a Enapor, o Ministério das Infra-estruturas e Transportes para ver o que se passa. Isto, para que possamos encontrar uma solução para o funcionamento do equipamento”

Os equipamentos são considerados cruciais no combate de actos ilícitos, como o tráfico de drogas e de armas. O certo é que os scanners não estão a operar e há reclamações por parte das entidades que trabalham no controlo aduaneiro, na luta contra o tráfico ilícito de contentores e de mercadorias.

 

O NotíciasdoNorte teve acesso a um documento, datado de Março de 2011, que assinala o protocolo de acordo interinstitucional para a utilização dos scanners no Porto do Mindelo, Praia e Palmeira. No documento rubricado entre a Enapor, a Direcção Geral das Alfândegas e A Guarda Fiscal, foram delegadas as tarefas de cada instituição na utilização dos equipamentos para o controlo dos contentores e das mercadorias que dão entrada em Cabo Verde. O pessoal de serviço recebeu formação técnica de utilização, o certo é que o equipamento nunca foi utilizado. Resta saber porquê, por que a Ministra do Interior não sabe.

 

 

 

  1. alguem deve ter interece em nao funcionamento daquele skaner o melhor e investigar o porque eles ainda nao foi posto em funcionamente porque e uma pena um aparelho tao caro para ir ficar la abandonado melhor e investigar se tem alguem que nao quer para polo em funcionamento

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.