Marisa Morais: “a Polícia Nacional tem feito um excelente trabalho em São Vicente”

20/02/2014 01:14 - Modificado em 20/02/2014 01:14

Marisa MoraisA Ministra da Administração Interna, Marisa Morais defendeu que a Polícia Nacional está a cumprir o seu papel no desempenho das suas funções na ilha de São Vicente, que se traduz pelo sentimento de segurança da população. Marisa Morais sublinhou que volvidos dois anos, após a última visita, foi possível criar algumas condições de reforço de mobilidade na ilha, que era um dos problemas apontados ao trabalho da Polícia Nacional.

 

A chefe máxima da PN reforça que há desafios no que toca ao combate da criminalidade urbana e situação sociais que apresentam preocupações, e que exigem uma intervenção proactiva da Polícia. A Ministra da Administração Interna fez estas considerações durante a visita que efectuou ao Comando Regional da Polícia Nacional de São Vicente.

Marisa Morais passou pelas obras de remodelação da Esquadras da Fonte Inês. Por outro lado esteve na Esquadra de Monte Sossego, nos Serviços Municipais de Protecção Civil, nas unidades da Polícia Fiscal, Serviços de Estrangeiro e Fronteira, da Polícia Marítima e na delegação da Direcção Regional dos Serviços Rodoviários.

A Ministra fez ainda uma visita de cortesia ao presidente da Câmara Municipal de São Vicente, Augusto Neves. A governante fez um balanço do trabalho da Polícia Nacional na ilha citando a apreciação do autarca “o presidente da Câmara Municipal de São Vicente assegurou que o desempenho da Polícia de São Vicente é excelente, portanto que o sentimento de segurança se encontra de alguma forma reforçada. É certo que isto é um trabalho permanente, contínuo, há obra sempre a acontecer e não ficaremos por aqui”.

Marisa Morais afirmou que a visita serviu para perspectivar os novos desafios que se impõem e trabalhar no combate a criminalidade. E ainda conhecer em detalhes o plano de actividades do Comando da Polícia Nacional de São Vicente. A Ministra da Administração Interna acrescentou que vai se estar atenta a questões relacionadas com as fronteiras, com o crescimento do número de barcos de cruzeiros e iates que passaram e vão estar em São Vicente.

“Temos que estar em condições de dar a melhor resposta nessa área, nomeadamente merece uma atenção da Polícia Marítima. Por outro lado, vamos trabalhar no sentido de garantir os meios e a formação e qualificação de todos os nossos profissionais para podermos dar respostas as demandas e aos elementos de preocupação. Tudo indica que estamos num bom caminho. Mas teremos que continuar esse percurso, porque é um terreno que não finda. E, pois esse esforço é o que o MAI pode garantir”.

 

  1. PJota

    BÔ TA Ê DOIDA…. Se estivessem fazendo um bom trabalho haveria tanta criminalidade… BÔ TA BOM DE SAÍ DA LÁ DIABA!!!!!!!!!!!!!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.