Montra de Djibla ainda pergunta 23 anos depois “Quem matou Renato Cardoso”?

20/02/2014 01:05 - Modificado em 20/02/2014 01:05

IMG_2313Desde 1967 que Djibla transformou a sua montra num local de informação. Ainda hoje é normal ver pessoas juntarem-se para lerem as notícias colocadas no que chama jornal de parede, mas que outros apelidaram do primeiro blog cabo-verdiano. Contém notícias de interesse para a população, dando prioridade às notícias de São Vicente, mas também de casos insólitos.

 

As notícias são sempre actualizadas, mas há uma colocada no canto superior direito com data de 1 de Novembro de 1989 retirada do já extinto Jornal de Notícias e que refere uma notícia que não perde de actualidade: “Quem matou Renato Cardoso”. Juntamente com o autor do jornal de parede o NN tentou compreender a razão pela qual essa notícia nunca perdeu a actualidade e porque é que é a única que ainda não foi retirada do “jornal”.

  1. Carlos Ferreira

    A pergunta é: – Quando o Djibla desaparecer “fisicamente” (esperamos e formulamos sinceros votos que ele viva mais de cem anos) quem vai continuar esse interessante e prestigioso trabalho de informar uma grande faixa da população mindelense?
    Ninguém é insubstituível mas talvez eu esteja enganado é que poucas pessoas tenham tamanha abnegação, sensibilidade social, empatia com os mais desfavorecidos e responsabilidade de cidadania, requisitos necessários e indispensáveis para prosseguir este trabalho de enorme envergadura. Alias nao só este. O seu campo de açao e actividades em prol desta Ilha é bastante vasto e ultrapassa S.Vicente e as fronteiras de Cabo Verde. Quem lá fora nunca ouviu evocar o nome do Djibla se nao fôr pelo menos referindo às suas habilidades de fotografo mas tambem como benemérito e um bom sumaritano!
    Infelizmente nós os caboverdianos temos um defeito enorme de reconhecer publicamente as pessoas apenas quando desaparecem do mundo dos vivos. Já era tempo que as autoridades competentes e a sociedade civil reconhecesse duma forma ou outra e publicamente este cidadão destituído de quaisquer vaidades este “menino de Soncente” e mais ainda este homem que foi e é um grande amigo e divulgador de Cabo Verde.
    Muita saúde para o Djibla, longos anos de vida afim de poder continuar a deleitar-nos e informar-nos com a sua “montra noticiosa”

  2. Wilson Araújo

    Djibla: Mi ‘m conxeb diazá, nês mund de Deus. Bô sabê cmod tem um corrent d’opinion que tâ dzê que foi chefe de puliça Jorge Balanta que foi bô colega na Liceu, specialista na ‘mataçon’ desd Angola, e quem que mandâ matá RENATO CARDOSO, FARIA má tambê quel ome que chifrá nhô Djeme Pires, de Djarfog, foi Pedro Pires que ê specialista na cozas de sujera pamod el tâ atchá má el ê Deus… Nhâ braçona de diazá,
    Araújo

  3. OPINIÃO

    No fundo “companheiros” de Renato Cardoso sabe dritim kem matal, ma es te tcha sujera pe debos de tapete pe trata povo de dode. Política e sujo e kem kre tchgá lá riba temk isgá essim, infelizmente, e ainda povo te credita na es…

  4. Djê Guebara

    Desde da Florida um abraço e saudações ao nosso querido (Djibla) por seu grande esforço sempre de manter o povo de são vicente sempre emformados das noticias não so simplesmente regional mais tambèm internacional. Eu me recordo que cuando de rapaz depois de passear pela as noites na cidade do mindelo antes de ir-me para casa la na ribeira bote sempre as dez da noite tinha que passar pela a montra de (Djibla) para ver qual era a recente noticias chegadas do estreior.

  5. Djê Guebara

    Tambèm me recordo dos eventos de box que (Djibla) organizava junto con Artur para emtretener todos nòs sãovicentinos la na rua de Craka: Grande combate entre Pedro Comparaçon e Capatcha) Grande combate entre Nha Paxana e Beto Totoi) quem não recorda essos eventos não è sãovicentinos como eu,e como nosso querido (Djibla)
    Os nossos grandes filhos de Säo Vicente: Djibla,Zizim de Ti-Djô Figuera,Ti Djunga Fotografo,Silvestre Rocha.Orlando Vitoria,e vàrios mais que jà não estão vivos.

  6. Antonio Miranda

    foi um criminoso…

  7. Carlos Rodrigues

    Queria felicitar o senhor Djibla pelo seu estrondoso trabalho que tem vindo a fazer, e isso pode ser fonte de inspiração de muitos jovens Cabover-deanos. também, gostaria de deixar um apelo ao senhor Orlando Lima jornalista da radio de Cabo Verde no Mindelo e ao senhor Aristides (Tito) da TCV Mindelo que fizesse o programa código de vida com o senhor djibla porque ela tem muita história interesante para contar para os cabo-verdeanos principalmente os amantes desse programa, abraços a todos.

  8. Caboverdiana

    Matou-se muita gente em Cabo Verde…
    A pewrgunta que deixo é que matou Katchás (o fundador dos Bulimundo, Carlos Alberto S. Martins)?? Será que foram os mesmos que mataram Renato Cardoso???

  9. nhone

    Nunca foi descoberto não … NUNCA FOI REVELADO!

  10. Caboverdiana

    Renato Cardoso,infelizmente estava no lugar errado na hora errada.Em vez de estar como os outros ministros na sala de protocolo a despedir-se do seu chefe que viajava para o estrangeiro ,ele preferiu dar uma desculpa e dar uma escapadela com uma mulher casada para um sitio muito escuro frequentado por bandidos.A mulher sofreu maus tratos e foi recuperada nua.Ele ainda chegou com vida no hospital e lúcido pode ainda responder ao médico que o operou.Foi triste mas é a dura realidade.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.