quanto mais a CMSV faz , mais a população quer

19/02/2014 07:26 - Modificado em 19/02/2014 07:26

CMSV1Os munícipes mindelenses reclamam pela falta de calcetamento nalgumas zonas da cidade do Mindelo e que a Câmara só trabalha nas vésperas das eleições. A Câmara, por seu lado, diz que apesar das reclamações tem intensificado os trabalhos em termos de calcetamento. Pois a verdade é que quanto mais calcetamentos a CMSV faz , mais a população quer.

 

Francisca Coutinho, da zona de Cruz João Évora, reclama que a Câmara Municipal de São Vicente faz o calcetamento de algumas zonas e outras ficam esquecidas. Joana Ferreira é da mesma opinião e acrescenta que calcetam zonas distantes e as mais perto ficam por calcetar.

 

Idalécio Santos, também diz que a Câmara faz o calcetamento de algumas zonas e outras não, mas realça que, “sei que não é um trabalho fácil calcetar todas as zonas do Mindelo”.

 

Maria Santos, afirma que os políticos fazem os trabalhos somente nas vésperas de começarem as campanhas eleitorais, deveriam fazer os trabalhos durante todo o ano. Nelson Cruz adianta que os trabalhos de calcetamento são feitos de uma forma que ele não entende, porque “calcetam lugares, mais distantes e ele, por exemplo, há anos que pede para calcetarem a sua rua. Acrescenta ainda que no tempo de campanha dizem sempre que “vamos calcetar a rua”, mas esquecem-se sempre.

 

Como em tudo, encontramos opiniões contrárias, Cristina e José afirmam que a Câmara tem feito um bom trabalho de calcetamento, porque não conseguem calcetar todas as zonas.

 

Rodrigo Martins, vereador do planeamento territorial, património, transportes, trânsito e fiscalização, adianta que tem um plano extremamente vasto a nível de calcetamento, no sentido de envolver várias zonas, mas “sem dúvida que a necessidade de calcetamento é grande”. O programa de calcetamento, é uma das actividades da Câmara Municipal de São Vicente que não pára, durante todo o ano, afirma Rodrigo Martins.

 

O vereador diz que também há, porém, avaliação positiva, “na Câmara é normal que haja alguma reclamação”, a necessidade é muita e a Câmara não consegue fazer tudo de uma só vez, mesmo tendo uma Brigada para reparar alguns danos na calçada.

 

Rodrigo acrescenta ainda que não podem fazer todo o calcetamento numa zona, para depois passarem para outra, pois isso leva muito tempo numa zona e as outras zonas não vão sendo contempladas, “a ideia é criar futuramente, mais frentes de calçada”, mas isso depende dos recursos financeiros.

 

A Câmara tem intensificado em termos de calcetamento e “tem-se notado”, mas não conseguem abranger todas as zonas.

 

  1. Lila

    Gostava de saber se a CMSV tem previsto o recalcetamento da Rua Suburbana, pois sendo zona pertencente ao Centro Histórico do Mindelo, parece que ela foi deixada para trás. E, francamente, aquela estrada está em muito mau estado de conservação, toda esburacada e com altos e baixos, um autentico cemitério para as molas e suspensão dos carros. Desafio os senhores responsáveis pelo Notícias do Norte a fazer uma visita a referida rua para constatarem o estado do calcetamento.

  2. Luis Geronimo

    Sr Artur Brito…. espero que esteja a “lançar” uma indirecta.
    Eu,como todo o munícepe pagamos 7 escudos num litro de combustivel, quantia essa que vai para a construção de estradas.
    Logo se as estradas estão óptimas felicita o governo.
    São Vicente merece sim o melhor …mas não vamos culpar a autarquia.
    Grato pela sua contribuição.

  3. ARTUR BRITO

    Sr. Luís Gerónimo, eu não pago 7 escudos de combustível, não utilizo automóvel, não ando nos passeios, nem uso as estradas, ou seja talvez vivo num mundo que não seja este. Agora agradecia que o Sr. procurasse saber quais as estradas que são da responsabilidade das autarquias e quais são as da responsabilidade do Instituto de estradas. Pois assim entenderia melhor qua é o destino que os seus 7 escudos de combustíveis está sendo dado. Obrigado pela sua reação.

  4. António Pedro

    Quanto mais asneira faz a CMSV, mais a população reclama!
    Por acaso, essa ideia de falar de calcetamento de estradas é óptima porque deve ser a única coisa que uma Cãmara, sem ideias, como a de S. Vicente faz!
    O vereador, coitado, numa perspectiva sociológica tem tido uma performance excelente…espero que a CMSV continue nas mãos do MPD, para que tenhamos mais obras de sociologia, como a de Émile Durkheim.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.