Escola Salesiana promove saúde bucal dos alunos

18/02/2014 00:21 - Modificado em 17/02/2014 23:25

saude oralNa sequência do projecto de acção social da Escola Salesiana e em parceria com a Clínica Nossa Sr.ª da Luz, realizou-se um rastreio de doenças orais nos alunos onde se constatou um número considerável de crianças com cárie dentária.

 

As doenças orais afligem muitos cabo-verdianos, pelo que constituem um grave problema de saúde pública. Muitos ignoram ainda a sua importância pelo que não se pode continuar a subestimar a gravidade de um problema de saúde que afecta, nomeadamente, muitas crianças.

 

Segundo Ana Paula, responsável pela acção social: A saúde bucal é da responsabilidade de todos, por isso, deve ser incutida não só em casa, mas também no seio do ambiente escolar incentivando os alunos para a questão da higiene oral para evitar a formação de cáries. Uma boa saúde oral favorece a aparência e contribui para a ausência de dor e de desconforto, melhorando a saúde em geral. O objectivo é sensibilizar os alunos sobre a higiene oral e as principais doenças da boca tanto entre as crianças quanto entre os adultos.

 

A dentista adianta que os dentes e a gengiva devem estar livres de infecções que provocam cárie dentária, doenças periodontais, perda dentária e mau hálito. Os dentes das crianças já nascem com um mecanismo de defesa próprio, uma camada protectora de esmalte, contudo, não é muito resistente como a dos adultos. Ao consumirem alimentos doces, os dentes ficam cada vez mais expostos aos ácidos o que faz com que os dentes se deteriorem. A presença de doenças na boca agrava outras doenças como problemas cardíacos, acidentes vasculares cerebrais e diabetes. As doenças orais impõem, pelo seu custo e pelo sofrimento que causam, um considerável peso financeiro.

Ensinar os filhos a cuidarem dos dentes desde pequenos é um investimento que trará benefícios para o resto da vida deles. Os pais devem adoptar atitudes para que o cuidado com a boca se torne em algo de interessante e divertido como, escovar os dentes juntamente com os filhos ou deixá-los escolher a sua própria escova, incentivar a boa higiene oral mostrando assim que a saúde bucal é importante.

 

Nos rastreios realizados aos alunos constatou-se que as doenças mais comuns são o sangramento, a danificação nas gengivas, a chamada gengivite e a cárie dentária.

 

Alunos carenciados e outros com maiores problemas de saúde bucal vão receber tratamento clínico.

  1. Mario Silva

    Devia ser feito em todas as escolas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.