Real Carnaval para doentes mentais

17/02/2014 00:03 - Modificado em 17/02/2014 09:36
| Comentários fechados em Real Carnaval para doentes mentais

carnaval3Mesmo com falta de apoios o Centro de Apoio ao Doente Mental da CMSV, já iniciou os preparativos para o desfile do Carnaval. Este ano. O tema do grupo foi escolhido pelos pacientes e recaiu sobre a “natureza”, onde querem abordar os elementos sol, água e fogo. A música e a maquete do andor também foram escolhidas pelos pacientes.

 

O responsável Administrativo do CADM, Aguinaldo Monteiro, diz que mesmo com a falta de condições financeiras e apoios querem usando o Carnaval transmitir uma mensagem especial, “queremos aproveitar a cultura para fazermos um desfile de Carnaval, aproximarmos a sociedade aos doentes mentais,” englobando várias faixas etárias e vários grupos, principalmente a camada estudantil. Este ano, o Carnaval dos doentes mentais é mais abrangente. Aguinaldo afirma que “antes de tomarem qualquer decisão falam sempre com os pacientes”.

O tema do grupo é a natureza, “queremos abordar sol, água e fogo”, foi uma escolha unânime dos pacientes. A música e a maquete do andor foram feitas por alguns doentes mentais. O andor já está a ser preparado.

 

Para Aguinaldo, a intenção é “passar a mensagem que, independentemente da condição mental, todos nós somos iguais”.

Cada paciente tem a sua área responsável, área de preparação do andor, mandinga, entre outros.

“O nosso objectivo é mostrar a verdadeira essência do Carnaval, independentemente da condição financeira, sensibilizar as pessoas para as questões da doença mental através do Carnaval”, adianta o responsável do CADM.

O nome do projecto é “Real Carnaval” e pretende mostrar às pessoas que os doentes mentais não devem ser marginalizados.

O grupo do CADM desfila no dia 28 de Fevereiro a partir das 15 horas.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.