Posse de haxixe e cannabis

10/02/2014 00:01 - Modificado em 9/02/2014 22:50

padjinhaO Juízo Crime da Comarca de São Vicente procedeu ao interrogatório de um cidadão detido pelo Corpo de Intervenção por suspeitas de tráfico de droga. O indivíduo de 36 anos, residente na localidade de Espia foi detido na posse de dezasseis gramas de haxixe e cerca de nove gramas de cannabis durante uma operação policial na Av. 5 de Julho, na cidade do Mindelo, ilha de São Vicente.

 

O indivíduo foi detido na noite de quarta-feira por agentes da CI que faziam patrulhamento pela cidade do Mindelo. Na Av. 5 de Julho, o Corpo de Intervenção apercebeu-se de um comportamento estranho por parte de cidadãos que estavam nessa área, onde se situam as vendedeiras de balaio e algumas mulheres ligadas à prostituição.

Durante a abordagem de revista para apurar se havia a venda ilegal de bebidas alcoólicas nos balaios ou posse de estupefacientes, o CI procedeu à detenção de um indivíduo que estava na posse de haxixe e cannabis. O homem tem passagem pela Cadeia da Ribeirinha e estava sob investigação por suspeitas de tráfico de droga.

 

Medida de coacção

Detido pelo CI, o suspeito foi presente ao Tribunal da Comarca de São Vicente. O juiz aplicou-lhes Termo de Identidade e Residência e apresentação quinzenal às autoridades. O processo-crime que envolve o homem foi enviado para instrução para apurar a veracidade dos factos que apontam que estaria a traficar estupefacientes nessa área.

Depois de deduzida a acusação por parte do Ministério Público, o arguido será julgado em Processo Comum Ordinário incorrendo numa medida de pena pela prática de um crime de tráfico de droga de maior gravidade.

  1. Jorge Barbosa

    Assim como a Senhora do balaio que vende grogue para sobreviver e a policia não a incomoda, ele esta a vender o seu produto para sobreviver, qual a diferença?? Só porque algum hipócrita criou a lei que erva e haxixe são ilegais, ele não está a roubar ninguém, ele vende para quem quiser comprar, não vai obrigar ninguém a usar.Pelo menos ele está a trabalhar, é um trabalho ilegal, mas não está a enganar o povo, nem a aumentar o preço do gaz e nem a meter-lhes a mão no bolso.

  2. Antonio

    nao sentes vergonha de fazer tal comentario? se teu filho fosse enganado por traficantes a consumir drogas e ficasse viciado e acabasse com sua vida continuavas a ter esta mesma opiniao?

  3. Jorge Barbosa

    Senhor anho ta defendi venda de droga? An ta cre pa es rouba nho pes bai cumpra droga. Si calhar nho tb e bom colaborador de colarinho brancu.

  4. ramos augusto

    Nhos dexa de finge tantu cocain ke sta passa na cv nhos ca ta odja ogo nhos ta pega coitadu ku padjinha ,ki pais rico sta legaliza ,pamode eka nada tao gravi nhos pega kes prope policia sta usa e bende,nhos controla kes alcol ki sta caba ju jovem ,,,,,,,nhos corda ,mosinhos

  5. pedro emanuek

    Legaliize contra crise! Deixa de hipocresia…..

    e os pedófilos….? E os padres, caloteros e etc.

    deixem de brincar aos super cops e façam verdadeiramebte a vossa consciencia se liberar.

    erva é uma planta e o povo o quer….alcool e quimicos sao da mao do Homem…prefiro a dadiva da natureza!

    one love

  6. kela e verdadde otus ta manxi cedo ta começa ingana povol.hoji e gas manhan e aroz otramanhan e yuri e mais.canabis nunca ca pod ser elegal cada kenha ta fasi se vida d se manera .ami n ta adja ma policias e outoridade deve fasi se trabadjo mas sem ingana e prejudica ninguen na deses.

  7. Jorge Barbosa

    As drogas legais como álcool e o cigarro matam mais do que a as drogas ilegais.Nunca vi ninguém morrer em Cabo Verde por causa da erva, mas por causa do álcool temos tantos jovens destruídos, acidentes de viação e violência doméstica, e do tabaco temos tantos adultos com câncer no pulmão. Alias o próprio açúcar é uma droga temos 60.000 pessoas com diabetes em Cabo Verde.

  8. anonimo

    não entendo como é q deixam o grogue ser legal, onde na sua produção são adicionados químicos para acelerar o processo, e que em Cabo Verde o grogue mata mais do que SIDA, e proibem a erva que uma planta natural criada por Deus como todas as outras que existem e que nunca matou niguem.

  9. Luiz Araújo

    Está na hora da Assembleia Nacional criar uma comissão para estudar a questão da legalização da comercialização e consumo de canabis como acontece noutros países. Considero que a adopção de regras legais para a venda e o consumo de canabis terá efeitos positivos para todos.

    As bancadas parlamentares do PAICV e do MpD devem propor ao parlamento a abordagem desse assunto sem nenhuma inibição. O país deve ser convocado para esse debate.

    Da mesma forma a comercialização e consumo de álcool também.

  10. Luiz Araújo

    O consumo de álcool é legal e sem quaisquer restrições mas deveria ser também sujeito a regras que possam impor a moderação do consumo dessa droga. é o que queria dizer no meu comentário anterior ao referir-me ao álcool.
    Venda de álcool só em lojas de bebidas, limitação da quantidade que cada pode adquirir, impedimento de venda a menores etc. Essas medidas terão sempre algum efeito positivo na sociedade.

  11. Luis Geronimo

    sinceramente…. Sr jorge barbosa.. pede a Deus que o seu filho nao venha a roubar, matar ..para consumeir droga.. tomajuizo

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.