JMN defende no FB que em relação ao afastamento de Cabo Verde do Mundial a culpa não pode morrer solteira

7/02/2014 00:10 - Modificado em 6/02/2014 23:21

jmn5Num post colocado na sua página do Facebook, José Maria Neves considera que o que levou ao afastamento de Cabo Verde das eliminatórias do Mundial do Brasil é imperdoável e que as responsabilidades devem ser claramente assacadas e assumidas. JMN vai mais longe ao considerar que “se trata de um erro grave, com consequências também gravíssimas. A culpa, nesse caso, não pode morrer solteira”.

Este post colocado na página pessoal do Facebook do cidadão José Maria Pereira Neves que tem como ocupação o cargo de Primeiro-ministro de Cabo Verde, surge num momento em que os dirigentes federativos se recusam a apontar os culpados ou a assumir responsabilidades. Melhor dizendo: fogem com o rabo à seringa, como se não houvesse nem seringa nem rabo. Mas este é um daqueles casos em que há rabo e há seringa e não vale a pena fugir, pois a dor que os cabo-verdianos sentiram pelo afastamento da selecção de todos nós das eliminatórias do Mundial 2014 ainda dói. A Nação chorou quando a seringa veio ao rabo em forma de um afastamento, como diz o cidadão JMN no seu post: “Nem me falem, nada de ingenuidade!, que há jogos de influência nas grandes competições do mundo futebol. Existem, sabemo-lo bem e quem está na alta roda do futebol deve preparar-se para tudo e não dar pretextos para que se levantem suspeições ou para que os lobbies ganhem fora das quatro linhas, nos bastidores ou nas secretarias”. É essa derrota na secretaria que os responsáveis da FCF têm de explicar: quem foi o culpado? Como aconteceu? Como é que o seleccionador nacional convocou um jogador que estava castigado? A FIFA diz que a FCF foi avisada atempadamente do castigo de Varela. A FCF diz que não. Quem mente? Estamos de acordo com o cidadão JMN: a culpa não pode morrer solteira. E acrescentamos que, desta vez, o rabo que tantas vezes já fugiu à seringa, desta vez não vai fugir. Há rabo e há seringa e os rabos estão identificados.

 

Eduino Santos

 

 

Post de José Maria Pereira Neves

 

Publicamos na íntegra a nota intitulada O Meu Olhar,feita na sua página do Facebook.

“Muitas vezes até chorei. Os Tubarões Azuis fizeram vibrar uma Nação Inteira. Uniram as cabo-verdianas e os cabo-verdianos, nas ilhas e na diáspora, em torno da nossa Bandeira; trouxeram-nos grandes alegrias; mostraram-nos que podemos competir entre os grandes e que podemos ganhar. Juntos, sonhámos, saímos à rua, gritámos e dançámos. Juntos, ganhámos. Os Tubarões Azuis mostraram-nos o caminho. Que com muito trabalho, espírito de equipa e cultura de competição podemos ir longe em todos os domínios da vida desta Nação Global. Graças ao excelente desempenho dos jogadores, da equipa técnica, liderada por Lúcio Antunes e da Federação Cabo-verdiana de Futebol, presidida por Mário Semedo, chegámos ao CAN e fizemos boa figura. Projectámos o Futebol cabo-verdiano e Cabo Verde no mundo. Os momentos vividos na África do Sul foram emocionantes, nunca podemos esquecê-los, nem esquecer o extraordinário trabalho de todos. O apoio do Governo nas operações Camarões, não devemos esquecê-lo também, foi decisivo para a nossa classificação no CAN.

Iniciámos uma outra caminhada rumo ao Mundial do Brasil. O jogo da Tunísia foi arrasador. Provámos que temos uma grande equipa, cheia de talentos, de criatividade, de elegância… Estávamos na alta roda do futebol, já muito próximos do Brasil. Nem me falem, nada de ingenuidade!, que há jogos de influência nas grandes competições do mundo do futebol. Existem, sabemo-lo bem, e quem está na alta roda do futebol deve preparar-se para tudo e não dar pretextos para que se levantem suspeições ou para que os lobbies ganhem fora das quatro linhas, nos bastidores ou nas secretarias.

Todo este arrazoado para dizer que o que aconteceu na Tunísia e que levou ao afastamento de Cabo Verde das eliminatórias do Mundial do Brasil é imperdoável. Penso que as responsabilidades devem ser claramente assacadas e assumidas. Trata-se de um erro grave, com consequências também gravíssimas. A culpa, nesse caso, não pode morrer solteira. Esta é a minha opinião”.

  1. igualdade das ilhas

    BOA DJO BIA, GO PROVEITA BO EXPLICA NOS TB PQ TUD AJUDA EXTERNA T FCA LOG NA PRAIA, PQ TUD AJUDA DOS CHINESES TB E LA NA PRAIA….I AS OUTRAS ILHAS NAO EXISTEM, SO NA HORA DE VOTO???

  2. Pedro

    O Sr. PM tem razão nesta matéria e lembro-me bem de que ele próprio já havia dito aquando da nossa ida ao CAN que Federação trabalhava como amadores. Na altura, tudo correu bem, o Sr. Presidente da República a dada altura apareceu a protagonizar este evento. Mas a verdade apareceu agora, o AMADORISMO tirou-nos o sonho de estar num Mundial! Os nossos bravos jogadores terão de novo a vontade de jogar pela Selecção de Cabo Verde?

  3. Esqui

    Todos esperamos que não venham dizer que morremos na Praia e que a culpa é da laginha ahahahahaha

  4. ao jorge s. gomes

    aparece agora um homem de fato(vestuario) e com uma inteligencia de fazer inveja… ja agora, baseado em que lei a adjudicação directa de obras(legislada nos anos 90) publicas é ilegal? ou estas a sugerir que seja mudada a referida lei? de facto, usar fato não quer dizer nada.

  5. UVID IMPE

    Morte solteira???dame vontade de eriiiiii…isso pq o sr PRESIDENTE da FCF,segundo um uvi ê afeto à oposição,por isso k INPS k kria dispensal pa bao Tunisia,mas sr 1º Ministro e kel ponte na Boavista k desaparece e k custa mas k 300 mil contos ao Estado=Povo,sera k kulpa deve morre solteira?????????????????????????????????Axo k sim pq a empresa responsavel pela fiscalização(pertença do sr inoçencio) e o proprio ministro das infrastruturas na altura ê nº2 do partido no governo…

  6. UVID IMPE

    Caboverdianos enkuanto partido ê pa frente de competencia e interesses partidarios pa frente do interesse do povo de CABO VERDE,nô t tramode…solução não votar e pronto e txauuuu e krausssss….

  7. Rafe

    Perguntem o Sr Primeiro-Ministro para quando cumpre a sua palavra do 13º mês que ele prometeu para os funcionários públicos. Que a morte não morra solteira neste caso também.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.