Denúncia de “avião com dinheiro angolano e droga” : António Jorge Delgado requer ACP para evitar julgamento.

5/02/2014 07:26 - Modificado em 5/02/2014 09:02

DENUNCIAO deputado do MPD, António Jorge Delgado, indiciado de um crime de calúnia e difamação, através de uma queixa-crime do diplomata, Silvino da Luz, requereu uma Audiência Contraditória Preliminar. Silvino recorreu ao Ministério Público porque o deputado o envolveu num esquema de tráfico de droga e compra de votos na segunda-volta das eleições presidenciais realizadas no dia 21 de Agosto 2011.

Segundo os dados do processo , no dia das eleições, por volta do meio-dia, António Jorge Delgado foi ao Departamento da Polícia Judiciária do Mindelo denunciar a chegada a São Vicente de um avião privado, em que viajavam o ex ministro dos negócios estrangeiro, ex Embaixador de Cabo Verde em Angola, Silvino da Luz e uma comitiva angolana chefiada pelo ex-ministro angolano das Obras Públicas, Higino Carneiro . E que o avião vinha carregado de droga e dinheiro destinado à “compra de votos”.

Mas devida as condições atmosféricas e de baixa visibilidade na ilha de São Vicente, por autorização dos serviços de aviação civil o avião foi transferido para ilha do Sal. Nesta a ilha o avião e os seus ocupantes foram revistados e ficou comprovado que não havia nem dinheiro , nem droga . Mas sim uma comitiva da qual faziam parte Silvino da Luz e Higino Carneiro e que se deslocava a países da costa ocidental africana numa missão empresarial.

 

Assim as denúncias avançados à PJ por António Jorge Delgado não se confirmaram . E o diplomata, Silvino da Luz devido a gravidade da acusação que envolveu figuras de um estado amigo , recorreu ao Tribunal para que perante a Justiça, o deputado apresente provas do ” avião angolano carregado de droga e dinheiro para comprar votos”

 

Contestação

E para contestar factos que constam da acusação de calúnia e difamação movida contra a sua pessoa, António Jorge Delgado, arguido do processo solicitou a ACP. Isto é, que sejam realizadas um conjunto de diligências, cuja consequência seja a não sujeição do processo a julgamento.

A Audiência Contraditória Preliminar realiza-se 10 Fevereiro no Primeiro Juízo Crime da Comarca de São Vicente.

 

Averiguações

Depois de solicitar a ACP, o António Jorge Delgado vai apresentar-se na audiência com o objectivo de alegar fundamentos de defesa cuja consequência seja a não sujeição do processo a julgamento, com base na queixa-crime movida por Silvino da Luz.

O NN sabe que durante a ACP vai haver vários momentos que passam pela inquirição do arguido, ofendido, das testemunhas, a apresentação de factos por parte da defesa de António Jorge Delgado para fazer cair a acusação e uma fase de discussão oral. Depois, cabe ao juiz que orienta o processo decidir se há factos para passar para a fase de julgamento ou arquivar o processo.

 

 

 

  1. C, Lopes

    Eu confiu na justiça dessa terra, mas quando há envolvencia de alguém desse tipo que num crime desse pode ser defendido por Cralos Veiga aí não sei não

  2. Agente da PN

    Está claro que o aviao veio mesmo. Destinava-se a S. Vicente. Foi desviado para Sal, nao por causa da situacao atmosférica mas sim por causa da denuncia. O Aviao tinha sim dinheiro. Pergum que eu respondo que revistou o aviao, de que modo foi feito e quem eram os ocupantes do aviao. O Silvino é uma máquina de fraude, tal qual o Nuias, o Filu e companhia Lda. Atencao Sr. Procudaor e Sr. Juíz.

  3. PAXENXA

    Tagarelam , levantam calúnias e quando chegar o momento de se provar xuxam e borram a calça toda, ainda por cima é um de(puta)do da Nação. Vergonha Nacional esses vermes do MPDl!!!!!!!!!!!

  4. Hilário Semedo

    Há homens que não têm coragem de assumirem os seus erros e procurem argumentar os factos malignos através de procedimentos ilicitos. Tenha coragem homem e enfrenta o tribunal, não esconde debaixo da mesa, pois já sabias de antemão que não havia drogas e nem dineheiro, difamar alguém é um acto puramente condenável.

  5. leitor

    nhos dexa de usa sigla/abreviaturas na noticias. tem tcheu alguém que ta lé jornal, que ka sabe significado de ques abreviaturas la.

  6. cafuca

    é pena qui ainda tem pessoas qui ta dexado levado por partidarizaçã.o
    senhor paxenxa, senhor hilario, é pena nos pensamento medíocre em relação a verdade?

    senhor deputado fazi um denuncia’ cabe a justiça sabi se é verdade ou nau? é ca mi cu bo e outros . qui debi pensa ma tal pessoa só pamodi e pertence um partido que é igual a todos. abo e anhoz é qui partido? dos honesto? ou dos confusionista.

    a ditados como: djidos de pexe tudo sabi nada? quenha qui djunta cu porco ta comé farelo?

  7. Imparcial

    Viajei no dia das eleições para a Praia só à noite porque durante todo o dia o aeroporto esteve encerrado devido às condições climatéricas .O Sr Jorge Santos que estava impaciente para regressar à Praia até protagonizou um episódio contra a TACV.Também só pode viajar à noite o candidato INOCENCIO.Portanto pseudo PN estás a mentir com todos os dentes.Deves ser daqueles que têm culpa no cartório,que inventam,difamam,ultrajam e depois escondem-se debaixo da cama ou sob falsas identidades.

  8. Mindelense

    O povo já não engole essas historietas a que certos políticos lançam mao para justificar as suas derrotas.Opovo já não quer engolir a irresponsabilidade de quem por inerência de funções devia ser reponsável e não abandonar-se ao populismo barato.O povo aprendeu a respeitar os seus bons filhos e não há campanha difamatória que o detenha.Vergonha !

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.