Sistema financeiro orientado no parlamento

31/01/2014 07:41 - Modificado em 31/01/2014 07:41
| Comentários fechados em Sistema financeiro orientado no parlamento

assembleia nacionalA Assembleia aprovou com votos a favor do PAICV e da UCID e com a abstenção do MpD, a proposta de lei que define as bases, os princípios orientadores e o quadro normativo de referência para o sistema financeiro. Para o PAICV, esta lei é importante para o país no momento de crise que se vive.

 

O deputado do PAICV, António Fernando, enaltece uma “maior protecção dos aforadores”, provendo auxílio às pessoas que se dirigem aos bancos comercias para realizarem depósitos em regime de poupança.

 

Por outro lado, a UCID, através do deputado António Monteiro, considera que dada a situação do país e do clima de crise internacional “era necessária uma lei de base para balizar a tomada de decisões dos órgãos do sector financeiro cabo-verdiano”.

 

Para o MpD, mais vale esta lei do que não ter nada. Isto porque segundo esta bancada, era necessário um acordo mais alargado, porque “assim o exige o país”, como afirma o líder da bancada, Elísio Freire. Para Freire, o país está num momento que necessita de novos mecanismos de funcionamento, “com novas fórmulas de supervisão que permitam aos bancos serem menos burocráticos e mais ágeis mas, ao mesmo tempo, mais rigorosos”. E para Freire, o Governo optou por deixar de lado os partidos e fazer tudo sozinho. Mas, por outro lado, a UCID elogia a forma como o projecto foi colocado à consulta pública para que os intervenientes tivessem uma palavra a dizer.

 

Agora as comissões especializadas vão votar o documento na sua especialidade.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.