O agressor desferiu 17 facadas: Choque hipovolémico e perda de sangue causaram a morte de Maria

27/01/2014 00:58 - Modificado em 27/01/2014 00:58

FACAAs autoridades médicas e a Polícia Judiciária realizaram uma perícia para apurarem as causas da morte da cidadã Maria Francisca Silva, assassinada pelo ex-companheiro na zona de Monte Sossego, São Vicente. As análises ao corpo da vítima demonstraram que foi agredida com 17 golpes de faca e que Maria sofreu um choque hipovolémico, pelo que, devido às hemorragias, veio a falecer por excessiva perda de sangue.

 

O exame médico foi realizado ao corpo de Maria Francisca, de 43 anos e as autoridades apuraram que o homicídio foi executado com uma faca com cerca de 30 cm. As análises permitiram esclarecer o registo dos ferimentos e apontaram que a vítima tinha 17 golpes no corpo, “alguns profundos e outros superficiais. A maioria dos golpes teve incidência na região do tórax, mas havia ferimentos na área das costelas e um golpe nas costas”.

As autoridades médicas e a Polícia Judiciária asseguram que a causa da morte de Maria foi um choque hipovolémico “ela não tinha como sobreviver, pois os golpes de faca efectuados pelo autor do crime foram fatais, nomeadamente os que atingiram o tórax da vítima. Maria teve vários ferimentos que fizeram com que perdesse muito sangue e assim, entrou em choquehipovolémico, seguido de morte”.

Quanto ao autor do crime, Augusto Lima de 35 anos, encontra-se detido em prisão preventiva na Cadeia da Ribeirinha. O homem foi detido sete horas após cometer o homicídio pelo Grupo de Operações Tácticas da PJ que contou com o apoio da Polícia Nacional. Augusto estava escondido numa residência em Monte Sossego, mas foi interceptado pelas autoridades.

O autor da morte de Maria tinha a arma do crime escondida na varanda dessa residência e quando confrontado pelo Tribunal da razão pela qual matou a cidadã, alegou que na origem do assassinato esteve a disputa de uma viatura que ficou sob a tutela de Maria Francisca.

 

  1. Cláudia

    Um Satanás dess merece ser chamado de Gente?? Ma Deus e
    grande e el te ba dob um vida longa… bem longa e depois velhinho,
    bo te ba sofre…bem sofrid…sem ninguem pe estendeb um dedo…e
    de preferencia bo te ba ser interrado como indigente…Assim
    espero!

  2. CidadaoCV

    17 facadas??!!!. Todas profundas, com uma faca de 30
    Cm!!!!. Não restam dúvidas que a intenção aquele tipo era mesmo
    matar. E a lei? Que Lei a aplicar num caso deste? 25 anos? Para um
    crime tão bárbaro? É urgente uma revisão do código penal
    cabo-verdiano.

  3. ilopes

    nào è possivel.nòs mulheres estamos chateados.tirar a vida
    uma màe familha 17 facadas para uma coisa banal.temos è que fazer
    uma manifestaçào hora acabar com esta violencia .em nòs mulheres.ja
    chegou hora gritar tabom esta violenza

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.