Danos materiais: Incêndio deflagra num armazém da ex-Interbase

23/01/2014 07:33 - Modificado em 23/01/2014 07:33

incendio no armazem da ex interbaseUm incêndio deflagrou num compartimento dos armazéns da ex-Interbase, empresa de conservação de pescado, situado na Laginha, São Vicente. O alerta foi dado aos Bombeiros Municipais que solicitaram o apoio dos Bombeiros da ASA para o combate do fogo que destruiu computadores velhos, documentos e outros objectos que pertenciam à ex-Interbase.

 

As autoridades foram accionadas por volta da 11h30 min porque havia um incêndio a consumir um armazém na Laginha. Com o fogo a deflagrar no interior do espaço ouviu-se uma explosão, cujas suspeitas apontaram para a existência de material inflamável nos armazéns.

 

Os Bombeiros, auxiliados por quatro autotanques e uma viatura de combate a incêndio intervieram para combater o fogo que viria a ser extinto em cerca de duas horas. O NN apurou que num armazém contíguo ao compartimento que ardeu havia gases e materiais inflamáveis. Mas as chamas não chegaram a invadir esse espaço e a provocar “danos maiores, pois houve uma pronta intervenção dos Bombeiros que estavam no local”.

 

O comandante dos Bombeiros Municipais, Jorge Leite, sublinha que “as causas do incêndio estão por apurar, não sabemos se foi fogo posto ou se foi provocado por um curto-circuito. O certo é que num compartimento pertencente à ex-Interbase, havia vários objectos que ficaram totalmente destruídos”.

 

Jorge Leite afirma que apesar da existência de material inflamável num dos armazéns, os Bombeiros conseguiram extinguir o fogo e remover os escombros. E acrescenta que por prevenção devido às suspeitas da proporção das chamas, accionaram o apoio dos Bombeiros da ASA, Aeroportos e Segurança Aérea, que assim foram uma mais-valia no combate ao incêndio que deflagrou um armazém da ex-Interbase.

 

  1. em nome da verdade

    Senhor Comandante dos Bombeiros Municipais. Se nao fosse a preciosíssima ajuda dos Bombeiros da ASA, tudo seria diferente e para o pior. Admitir isto nao daz de si e nem dos seus homens menos eficientes, menos competentes. Antes pelo contrário, serviria para colocar a nú, sem complexos, as condiçoes actuais de operacionalidade, tanto a nível de meios humanos como de meios materiais, e, quem sabe, atingir a sensibilidade das entidades com responsabilidades nessa materia e dai, (cont)

  2. em nome da verdade

    tomarem medidas urgentes, pois, é com vocês que a populaçao saovicentina conta nos momentos de afliçao. Humildade acima de tudo. Um bem haja aos Bombeiros Municipais e aos da ASA. Pois, a populaçao nao faz ideia das condiçoes que trabalham e o esforço que fazem para darem uma resposta satisfatoria. isto se estende a varias outras profissoes que, fazem de tudo e sem as minimas condiçoes e no fim recebem somente críticas. Voces e outros profissionais nomeadamente polícias, ao os verdadeiros HEROIS

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.