UNTC-CS : ” os trabalhadores têm muitos motivos para se manifestarem”

15/01/2014 00:05 - Modificado em 14/01/2014 23:15

sindicatoA central sindical UNTC-CS convocou para o dia 20 de Janeiro uma manifestação em todo o país. Apesar das afirmações do Primeiro-ministro José Maria Neves, de que não há necessidade de manifestação, o presidente da União Sindical de São Vicente, Humberto Fortes, não concorda com o governante e assegura que “vão cumprir” a manifestação do dia 20 de Janeiro. E garante que “há sim, muitos motivos para os trabalhadores se manifestarem”.

 

Sobre os motivos para a manifestação, estes são muitos. O sindicato não está de acordo com a nova legislação da criação de micro e pequenas empresas, com as propostas de revisão do código laboral, com a demora da entrada em vigor das carreiras dos funcionários públicos do quadro especial, com a falta de aumento salarial e ainda, com os procedimentos que o INPS tem vindo a adoptar para com os segurados.

 

Sobre as afirmações de Neves de que não há necessidade dos trabalhadores se manifestarem, Fortes afirma:

 

“É só perguntar a um trabalhador que caso venha a ser despedido, e com a alteração do código laboral que o Governo pretende implementar, se não há razões. Um trabalhador que tem 20, 30 ou 40 anos de serviço e que vier a ser despedido, recebe apenas 120 dias de indemnização. Pergunta a esse trabalhador se não há razões para manifestar”.

 

“Pergunta aos funcionários da administração pública do quadro especial cujas carreiras ficaram por entrar em vigor em Julho passado e já estamos em Janeiro de 2014. Pergunta se não há razão para a luta”.

 

Para Neves, este não é o momento de medidas radicais, mas para este líder sindical “radicais são as propostas apresentadas pelo Governo”. Para Humberto, o Governo “quer dar ao patronato armas para despedir facilmente os trabalhadores”. E acrescenta que “querem aumentar o número de horas de trabalho semanal e estão a adoptar um conjunto de medidas prejudiciais aos trabalhadores”.

 

A UNTC-CS já iniciou os trabalhos no terreno para mobilizar a adesão dos trabalhadores. E sente que a adesão será grande uma vez que “todos já sabem que haverá uma manifestação no dia 20 de Janeiro”.

  1. DJULAIA

    atenção

    MAS NINGUEM PODE TER CARTAZES QUE CRITIQUE DURAMENTE O NOSSO GOVERNO.
    VAMOS TODOS POUPAR A ZEMA

  2. Como é que os membros do governo podem reflectir dsta forma?

  3. fernando fortes

    O problema desta terra é falta de empregos.
    Já agora, porque é que há sindicatos que descontam o dinheiro aos trabalhadores e não o entregam ao INPS.
    depois é normal quererem que o INPS,pague tudo,dê reformas mesmo quando não haja descontos entregues.
    Que fique claro:
    -Dos meus descontos ninguém que nada lá pôs irá receber um tusto.
    o INPS é para quem lá pôs algo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.