CI recupera máquina fotográfica furtada durante desfile de Mandingas

15/01/2014 00:01 - Modificado em 14/01/2014 23:10

corpo intervençãoNo domingo, dia 12, durante o primeiro desfile dos grupos de Mandingas na ilha de São Vicente, alguns indivíduos referenciados nas autoridades criminais como “caçubodistas” aproveitaram a ocasião para praticar delitos. Foi registado um caso de furto de uma máquina fotográfica. Este online soube que um Subchefe do Corpo de Intervenção que tem desvendado vários roubos em São Vicente identificou um dos suspeitos e a máquina foi recuperada na localidade de Campinho.

 

Com o furto dessa máquina fotográfica, avaliada em mais de 40 mil escudos, os indícios apontavam que os autores faziam parte de um grupo de indivíduos com passagem pela Polícia e pelo Tribunal de São Vicente por práticas criminosas contra pessoas e propriedades.

 

Na sequência de uma operação policial realizada pelo Subchefe do Corpo de Intervenção, Paulo Cardoso, o CI conseguiu identificar o autor do furto. Durante uma investigação no terreno, o Subchefe do Corpo de Intervenção apurou que a máquina foi furtada por um cidadão de 39 anos, residente na zona da Bela Vista.

 

O indivíduo conhecido por “Kay” está referenciado nas autoridades como “caçubodista”, uma vez que já cumpriu várias penas na Cadeia da Ribeirinha por prática de crimes dessa natureza. De realçar que o suspeito já tinha vendido a máquina na localidade de Campinho pelo preço de mil escudos. O processo vai ser entregue às instâncias judiciais para a aplicação de medidas vigentes na lei. Já a máquina fotográfica foi recuperada para ser entregue ao seu legítimo proprietário.

 

Recorde-se que o Corpo de Intervenção está a prestar serviço durante os desfiles dos grupos de mandingas para garantir a segurança das pessoas que participam nas marchas e “está-se a controlar a presença de cidadãos que aproveitam dessa actividade para praticar delitos ou distúrbios e, como medida de prevenção, são acompanhados ao Comando da PN para, terminados os desfiles, serem reconduzidos às próprias zonas”.

 

  1. José Nildo Gomes

    Nota dez para os homens de boínas pq são profissionais muito sérios e são os mais respeitados

  2. Manuela Gomes

    Força bravos rapazes, muito orgulho pelo vosso desempenho e seriedade.

  3. UVID IMPE

    Censura ê ne bom pa comunicação social,um faze um
    comentario e NN k publical pq so t convexe torna+ grande o subxefe
    cardoso,mas investiga os metodos exe k kre sabe…

  4. Mindelense

    Na Sóncente, e acredito que na Cab Verd, referência de pliça sempre foi CI, e agora BAC. Eje sim ta mete respeite na eje bandidos. Um ta pedi (quer dizer, desejá) que guverne ta daj mais meios (viaturas, fardas, armas, etc) paje pode kabá que abuze nesse terra. Pa mi, era mete um tiro na kabeça de cada bandido, quer de kaçu-body, quer de colarinho branco. Ai sem no tava vive sab na CV. Fora CI e BAC

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.