Homem cumpre quarta pena por roubo

7/01/2014 01:00 - Modificado em 7/01/2014 01:00
| Comentários fechados em Homem cumpre quarta pena por roubo

roubo carteiraO Juízo Crime da Comarca de São Vicente condenou um indivíduo de 37 anos a uma pena de 6 anos de prisão. O arguido foi condenado pela prática de crime de roubo em residência, tendo sido esta a quarta condenação por crime dessa natureza.

 

O arguido pediu uma oportunidade ao juiz no sentido de fazer a sua reinserção na sociedade. O homem que aguardava julgamento em liberdade defendeu-se afirmando que durante o período em que aguardava a sentença, dedicou-se à realização de trabalhos artesanais e que agora pretendia ministrar cursos de artesanato para jovens no desemprego.

 

Condenação

Porém, o magistrado “não foi na sua cantiga” e decidiu enviá-lo para a Cadeia da Ribeirinha visto que encontrou vários processos-crime que envolviam o arguido. O facto do arguido ter cumprido três penas de prisão pelo mesmo crime e por ser conhecido como “amigo dos bens alheios” pesou na condenação.

O juiz condenou-o a 6 anos de prisão e assegurou que “o arguido foi privado da sua liberdade, pois trata-se de um “amigo dos bens alheios”. Por outro lado, ainda tem processos de roubo pendentes para responder perante a justiça. O seu registo criminal demonstra a sua forma de estar na sociedade, por isso, o Tribunal espera que esta condenação sirva para se consciencializar sobre a sua atitude e possa perder o vício de roubar os bens dos outros”.

 

Assalto

De realçar que o homem foi detido fora de flagrante delito, após assaltar a casa de uma idosa em Monte Sossego em Novembro de 2011. Presente ao Juízo Crime ficou sob Termo de Identidade e Residência, na medida que os factos apurados em primeira instância não permitiram a aplicação da medida mais grave, a prisão preventiva.

Porém, o processo foi para averiguação e as autoridades conseguiram recuperar os objectos de uso pessoal, electrodomésticos e outros bens que estavam escondidos em casa de um familiar do arguido. Perante os factos, o homem acabou por confessar a prática do crime em Tribunal durante a audiência de julgamento.

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.