Juiz dá ‘luz verde’ a espionagem

6/01/2014 08:54 - Modificado em 6/01/2014 08:54
| Comentários fechados em Juiz dá ‘luz verde’ a espionagem

nsaDecisão judicial reacende polémica gerada com o escândalo de vigilância global de cidadãos denunciado pelo ex-analista da NSA Edward Snowden.

 

As agências de espionagem dos EUA foram judicialmente autorizadas a prosseguir por mais três meses a polémica recolha de dados telefónicos de milhões de norte-americanos.

 

A decisão do Tribunal de Vigilância dos Serviços de Informações dos EUA permite, na prática, que a Agência de Segurança Nacional (NSA) continue a recolher metadados sobre milhões de conversas telefónicas em território nacional, dando seguimento ao controverso programa de espionagem que espoletou uma batalha legal em torno do direito à privacidade.

 

A renovação da autorização vem reacender a polémica desencadeada pela divulgação do escândalo de espionagem global denunciado no ano passado por Edward Snowden, ex-analista informático da NSA. A decisão surge depois de duas recentes deliberações judiciais contraditórias sobre a legalidade e constitucionalidade das atividades de vigilância da NSA.

 

A decisão judicial é conhecida um dia depois de o ‘The Washington Post’ ter revelado, citando documentos divulgados por Snowden, que a NSA está a desenvolver um supercomputador quântico que permitirá à agência desencriptar grande parte das passwords atualmente usadas na internet.

 

Recorde-se que um painel de especialistas, nomeado pelo presidente Obama, questionou recentemente até que ponto os resultados obtidos com a recolha de dados justificam a violação da privacidade. O painel sugeriu alterações ao programa, mas não a sua suspensão.

 

 

cm.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.