Eusébio: “uma lenda que marcou o futebol mundial com classe”

6/01/2014 00:38 - Modificado em 6/01/2014 00:38
| Comentários fechados em Eusébio: “uma lenda que marcou o futebol mundial com classe”

eusebio6O presidente da República Jorge Carlos Fonseca e o Primeiro-ministro José Maria Neves lamentaram hoje a morte do ex-jogador de futebol Eusébio, de 71 anos. Nas redes sociais, muitos cabo-verdianos prestaram a sua homenagem ao “Pantera Negra”, considerando que o mundo perdeu “uma lenda do futebol, com um perfil de jogador a marcar o mundo com a sua classe e golos”.

 

O Chefe de Estado Jorge Carlos Fonseca assegura que vai enviar as suas condolências em nota ao povo Português e Moçambicano, depois da perda de “um grande jogador, que foi Eusébio, e que durante a sua vida foi um bom homem”.

 

“Eusébio foi uma figura lendária do futebol, não só do futebol português mas mundial. Cresci a ler, a ouvir falar dele e tive o privilégio de o ver jogar e, por isso, é com profunda tristeza que recebi esta notícia. O Eusébio é como o Pelé, o Maradona e muitos pouco outros, uma lenda do futebol” conclui Jorge Carlos Fonseca.

 

Génio

 

Por sua vez, o Primeiro-ministro José Maria Neves, destaca a genialidade de Eusébio em campo. Para o Primeiro-ministro, a morte do “Pantera Negra” representa uma perda para o futebol mundial e para o clube que representou, o SL Benfica. JMN exorta todas as pessoas a prestarem-lhe homenagem pelo papel que desempenhou nessa modalidade.

 

José Maria Neves acrescenta que “Eusébio foi um grande jogador, um rei do futebol não só do mundo lusófono, mas de toda a humanidade. A sua morte é uma grande perda. Foi uma referência para a minha adolescência e juventude e todos nós seguíamos com grande interesse o futebol português graças ao talento, graciosidade e humildade de Eusébio”.

 

Honra

 

O presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol afirma que Eusébio honrou o futebol no mundo e acrescenta que a FCF perspectivava uma visita do malogrado a Cabo Verde para o mês de Maio de 2014.

 

Mário Semedo assegura que Eusébio foi um dos melhores jogadores de sempre do Mundo e que granjeava uma grande popularidade em Cabo Verde, onde esteve em várias ocasiões, a última delas em 2010, quando uma equipa de futsal do Benfica participou num torneio internacional na Cidade da Praia.

 

Vencedor

 

”Criou laços de amizade fortes entre nós e era um amigo de Cabo Verde. É um ídolo de sempre, um ídolo de todos os desportistas. Todos nós estamos tristes e consternados pela morte deste cidadão que honrou o futebol no Benfica, em Portugal, na lusofonia e no Mundo” conclui o presidente da FCF.

 

Eusébio da Silva Ferreira morreu hoje, domingo, vítima de paragem cardiorrespiratória, disse à agência Lusa fonte do clube. O “Pantera Negra” foi eleito o melhor jogador do Mundo em 1965 e conquistou duas Botas de Ouro (1967/68 e 1972/73). No Mundial de Inglaterra de 1966 foi considerado o melhor jogador da competição, onde se destacou como melhor marcador, com nove golos.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.