Prisão preventiva para mãe suspeita de abandonar no lixo um recém-nascido com 8 meses

15/06/2012 06:20 - Modificado em 15/06/2012 06:20

A PN identificou a pessoa que abandonou um recém-nascido com 8 meses, num contentor de lixo na localidade de Calheta na ilha do Maio. A suspeita recai sobre a pessoa que se julga ser a mãe.

 

Uma mulher de 25 anos foi, ontem, ouvida pelo Ministério Público e foi apresentada ao tribunal da comarca do Maio que decretou a prisão preventiva como a medida de coacção. Depois foi conduzida ao centro de saúde do Maio onde recebeu tratamento médico.

O corpo do recém-nascido foi descoberto quando o carro da recolhe de lixo fez a recolha em Ribona.

Quando despejaram o lixo, o pessoal da recolha viu o corpo de um bebé sem vida e com ferimentos no pescoço.

 

  1. essa pessoa e muita maldoza

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.