Kassav a prenda que desagrada ao PAICV e à UCID

30/12/2013 01:36 - Modificado em 30/12/2013 01:36

KassavComo prenda de fim de ano, a Câmara Municipal oferece aos mindelenses a actuação dos Kassav na Rua de Lisboa para um espectáculo no último dia do ano. Mas esta prenda não é bem vista pelos líderes das bancadas da Assembleia Municipal do PAICV e da UCID, pelo momento difícil que a ilha atravessa.

Lídio Silva, líder da bancada da UCID, diz que quando ouviu a notícia da vinda dos Kassav não queria acreditar, isto porque, como explica, a maioria das Câmaras do país estão em situação de falência técnica e que é do conhecimento de todos que a edilidade mindelense tem tido problemas financeiros. Acrescenta que existem senhas de 2012 que a Câmara Municipal ainda não pagou aos eleitos municipais.

Para Alcides Graça, líder da bancada do PAICV, “estamos perante a pior Câmara de sempre. É uma Câmara que não tem visão, não tem perspectiva, não planifica o desenvolvimento de São Vicente que não reage e não programa nada”. E alega que a vinda dos Kassav é uma prova da sua afirmação. E classifica a vinda do grupo como “a maior ofensa às pessoas humildes e que têm dificuldades”.

Alcides partilha da ideia de Lídio Silva dos problemas financeiros. E afirma que a Câmara não consegue honrar os seus compromissos com os funcionários.

Estes dois actores públicos afirmam que não têm nada contra o grupo. Mas o problema é que os cerca de dez mil contos poderiam ter sido canalizados para outros projectos de maior interesse para a ilha.

“A questão era definir as prioridades e qual era a prioridade para São Vicente neste momento: trazer os Kassav ou ajudar as famílias mais carenciadas”, questiona Alcides.

“Estas bandas têm projecção, têm dinâmica mas o povo não vive disso, o povo precisa de alimento para o dia-a-dia e de investimentos”, sublinha Lídio Silva.

Lídio acredita que em vez de gastar o dinheiro com um grupo que vai fazer folia apenas por uma hora e levar o pagamento, sugere que poderia ser aplicado nos grupos locais, de forma a descobrir “possíveis novas Cesárias, novos Titos” ou outro grande nome da música cabo-verdiana.

 

 

  1. Djosa

    Um dinossauro e um playboy a falar de dinâmica económica,
    um sofre de esclerose e outro de miopia política. Mas isso tem um
    nome “DOR DE COTOVELO”, DEMAGOGIA e POPULISMO. Apenas os senhores e
    os manhentos de plantão em SV não vêm o movimento e a dinâmica
    económica que a vinda desse grupo trás a SV, Tacv com voos
    extraordinários cheios, navios de S.Antão cheios, hotéis,
    restaurantes, supermercados, bares, boutiques e táxis com clientes
    e a vender a rodos, rent-car esgotados. Feliz 2014!!!

  2. Cajuda

    Esses cajos só podem estar gozar com Soncent. Sr. Lídio com
    respeito a sua pessoa entendo que essas folias como diz já não são
    para sua idade. O Tchepss, esse está a defender os interesses do
    CANAL FC, talvez o convidem para ir em digressão para a europa na
    custa dos milhares de mindelenses e visitantes que enchem os seus
    bailes a preço de ouro. Quem não viu o stress do Djony d’Canal e
    outros camaradas na Rua de Lisboa, fazer as contas se dava para
    irem a Portugal, Espanha, Holanda, Luxemburgo…

  3. Cajuda

    Sr. Cajuda tem toda a razão, mas apenas faltou dizer a parte que embolsam. Em S.Vicente todos sabem das tramoias que o núcleo duro desse grupo desportivo, as guerras fratricidas que acontecem no seu seio para botar a mão no dinheiro suado desse povo coitado de mindelo que vão a esses bailes. Já agora deviam fazer uma ação de solidariedade para com esse povo e cobrar apenas aquilo que vão consumir. Djony lembras do tempo que eras vereador e da cadonga dos táxis com uma empresa da nossa praça.

  4. Nelson Cardoso

    Eu vou à Rua de Lisboa possivelmente. Não se trata gostar ou não de festa. A questão é sobre a situação financeira que a CMSV atravessa, visto que o seu Presidente Augusto Neves já reuniu duas vezes com os trabalhadores para alertar-lhes da grave situação financeira da CM e dizer-lhes “para apertar o cinto” porque até o vencimento está em risco. Mais, a CMSV não cumpre com as suas obrigações junto da AMSV, com fornecedores e os montantes deveriam ser para fins sociais ou pagar as dividas.

  5. Mindelense

    Bla bla bla estes gajos são todos iguais, bla bla bla se estivessem no poder tambem fariam a mesma coisa ou pior que o atual presidente.

  6. Mário Jorge Dias

    Tude ex gente ta e ke dor de cotevelo porque se nao fisesse nada seria criticado mas como resolveu suprende-los e pela positiva è ctritica: e se voces tivessem no lugar do nobre homem certamente que esse montante seria para uns comparsas e o povinho?

  7. Carenciado

    Estou aqui em nome dos Mindelenses agradecer esse presente da Câmara Municipal. A banda Kassav vai trazer muita alegria para nos, pois, somos carenciados sim, mas é uma oportunidade que teremos em passar o fim de ano diferente como tb muitas pessoas que costumam ir as festas extremamente caras vão poupar este ano. Temos direito de passar sab tambem, “DPOS D SAB MORRE KA NADA”!!!

  8. Mindelense 2

    Por acaso é tudo farinha do mesmo saco.

  9. JB

    Vinda de Kassav é graças a UNITEL T+…CMSV é apenas organização

  10. joao

    Não acredito. Dizem que o financiamento é da responsabilidade de Unitel T+
    Se o financiamento for da Câmara, quer dizer que está de saúde em termos financeiros. E posteriormente o Presidente não vai dizer a população que não está a fazer mais porque não há recursos e o Governo não a apoia. Vamos estar todos atentos.

  11. Junzim

    Um dinossauro e um invejoso isso sim. Estes 10 mil contos são patrocínios e vão fazer a festa a milhares de mindelenses que, não conseguem pagar as festas desnecessariamente caras que se faz por Mindelo. Porque vocês são todos farinha do mesmo saco e que gastam em campanha mais do que o orçamento para a saúde.

  12. SL

    ACHO QUE A CAMARA DEVIA ESTAR ERA A PREOCUPAR-SE EM ENTREGAR AS CASAS ( CASAS PARA TODOS) AOS CIDADÃOS QUE JA ESTOA A ESPERA HA MUITO E NAO FAZEM NADA DE UTIL PARA ESSE POVO QUE NAO VE UMA LUZ AO FUNDO DO TUNEL PORQUE ELES NAO DIZEM NADA…

  13. Fidj d'Mindelense

    Não é a minha intenção contrapor nem apoiar as opiniões aqui deixadas pelos leitores, porém, queria partilhar também a minha humilde opinião sem aproximações político-partidárias e apenas como um cidadão um Kzukuc atento, e para isso peço-vos que “viagem” comigo numa breve analogia:
    Imaginem que o nosso pai (CMSV ou qualquer outra) nos informasse (nós, o Povo) que a situação (Económica e Social) lá em casa está difícil, que não temos lanche para levar para a escola…

  14. Fidj d'Mindelense

    …só teremos uma refeição por dia e que o tempo (Dinheiro) que deveríamos investir nos estudos tem que ser reduzido, pois temos que ir engraxar sapatos e lavar carros na rua para podermos ajudar em casa (aumento dos impostos).
    Até aqui entende-se pois, Família que trabalha unida permanece unida…

  15. Fidj d'Mindelense

    Mas, no fim do ano, o pai chega em casa (CMSV neste caso) e dá-nos uma boa notícia: Os nosso amigos (Unitel T+) deram-nos um apoio financeiro (Patrocínio) … e vou comprar uma aparelhagem muito potente (Kassav… 10 mil contos de potência!!!) e vamos fazer um baile de fim de ano!!!
    Nós como filhos preocupados que somos, realistas em relação à nossa situação Familiar (Sociedade Mindelense e Caboverdiana) e que tanto temos sido sujeiteis, acharíamos normal e aceitaríamos a “oferta” de bom grado?

  16. Fidj d'Mindelense

    Assumimos o tão crioulo discurso de “d’pos d’sáb morrê ka nada”? Ou levantamos o dedo e fazemos a pergunta quer calar? E que faremos amanhã (2014)? Chupamos este mesmo dedo?
    Como disse anteriormente, a minha intenção não e entrar em choque mas sim expor a minha opinião de uma outra perspectiva e talvez, TALVEZ levar-vos a um análise menos apaixonada do tema, pois, para mim o mais importante não é quem faz, mas sim o que está a ser feito.
    Feliz 2014, principalmente para os que menos têm.

  17. António Maria Borges

    Sou um cidadão atento, preocupado com os problemas das familias. Em relação a vinda do grupo Kassav à Ilha de S. Vicente para festejar e passar o fim do ano naquela Ilha, tenho duas opiniões:
    1º – Se as despesas forem suportadas pela UNITEL t+, nada a criticar;
    2º – Se as despesas forem pura e simplesmente da Câmara Municipal, aí, posso dizer de que: Câmara Municipal não está nem aí com os problemas dos saovicentinos ou então, essa Câmara está de boa saúde financeira.

  18. EMIGRANTE

    Essa festa da passagem fim do Ano deveria ser feito na Nova Praia de LAGINHA, com curasquiras cervejas, e vinho sem mencionar do Famoso Grogue do Interior da Cidade do Porto Novo.. Boas Festas e Feliz Ano Novo

  19. ANTONIO barbosa

    com muito pena estamos gastar aquele que nao temos as pessoas a passar fome eles estao armar em gramde esse e falta de responsebelidade nos temos muitas musico que tem argolilho cantar a te degrase por amor sua terra

  20. chetiod

    mim um tem um raiva d quem organiza esse fim done q kassav ,so mod es bem tma decisao d espalha esse nuticia tarde ne nhe opiniao,raiva mod um q tive temp d organiza e compra um bilhete daviao li ne paris pum ba estod la sebim tb.boas festas a bsot tud e bsot passa sab

  21. OLHO ABERTO

    O PROBLEMA DOS MINDELENSES , É QUE SE O ASSUNTO É FESTA, TODOS ESTÃO DENTRO, E ESQUEÇAM DO DIA SEGUINTE. POIS GASTAM TUDO AQUILO QUE TEM HOJE E FICAM COM FOME AMANHÃ. SE NO CUNTINUA ESSIM NO TI TE BEM FUNDA “NOS CUITOD” E NO TI TE BEM CAGA NA CALSA LITERALMENTE.

  22. Joao Fortes

    Fui uma boa liçao , eu não mé intereça saber quem pagou o custo se fui ele ou ela não quero saber . Agora vou dizer os sofredores cuitados que sacrificam a vida pra aranjar 50 escudos pra ir vizitar os filhos nu hospital I é pur 1 hora ai que tanta dor desperdiçar tanta fortuna assim . Muito obrigado

  23. julio fonseca

    infeliz , o senhor Alcides graça líder da bancada do P.A.I. criticou ,criticou mas eu vi o senhor dando jeitinho no corpo na rua de lisboa ,eu estava na varanda do katem e comentei com um amigo meu; OIA TCHEPS,MANDA BOCA MA EL TA SABI MODA TUD GENT.

  24. UVID IMPE

    Ua sô agora k bsot tt tma fê k t Caboverdianos t passa fome e k nôs tudo kece governo k nô tem,no tt bem morre li de fome,por causa desse politica de PDM,em k muitos apoios foi trote.Sr txeps kel blindagem k Cabo Verde tinha,jal xcua ê sô li na SV?klaro pq tudo o k nô t produzi PRAIA t tmal e fka kel pexe kme exe sô…MIM UM TEM NOJO DE OIA SÃOVICENTINOS T DEFENDE O 1ºMINISTRO,DIZENDO K CV T DRET,MAS K SV TA MAL,TA MAL UMA OVA,LI TA MAL PQ BSOT NUNCA TT BEM TMA LI PA MANDA,NA SV PAICV NUNCA.

  25. Grishnack

    Band de hipócritas., Quand Cuxim dzê q tinha fome na Soncent um data bá contra êl, ta dzê quel tava ta ixagerá. Agora es ta lembrá na “cuitods”. Infelizment es tá lembrá na es sô quand es ta trá proveit. Kassav foi mut bom, e ess óne qui tal um Anthony B, ou um Sizzla??? Agora ê q era reclamação, hahahahahah. Soncent sempre ta inventá pa ots cupiá!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.