“2013 ano difícil”

30/12/2013 01:31 - Modificado em 30/12/2013 01:31

IMG_1067Na sua retrospectiva do ano de 2013, Alcides Graça, Presidente do PAICV em São Vicente, analisa o ano que agora finda como “sendo um ano muito difícil, sobretudo, do ponto de vista económico”. Isto porque, como explica, o país depende da economia dos principais parceiros para o desenvolvimento e estes parceiros passaram por problemas económicos.

E o problema destes parceiros explica a redução da ajuda orçamental e da ajuda ao país. E esse efeito é sentido, principalmente, nas camadas jovens com muitos desempregados, “sobretudo em São Vicente”.

E a esperança de Graça é que o próximo ano seja melhor e que as medidas adoptadas pelo Governo, “os incentivos concedidos às médias e pequenas empresas possam surtir efeito”. E entre estes efeitos, está o combate ao desemprego, destaca Graça.

“Já existem iniciativas privadas de médias e pequenas empresas e espero que continuem nesta senda. Nota-se um ambiente diferente de confiança e de esperança e que 2014 continue a ser assim e que o desemprego diminua em São Vicente”, perspectiva Alcides Graça.

Para Alcides, São Vicente foi a ilha que mais sofreu com a crise internacional. “São Vicente não só não cresceu como pirou e a situação de desemprego aumentou”. Ressalta Graça, afirmando que agora se trata de um desemprego qualificado que afecta principalmente os jovens. E que, devido a este facto, requer “medidas estruturantes e de fundo para o seu combate”. E faz votos que as medidas adoptadas pelo Governo tenham reflexo em São Vicente na diminuição do desemprego.

Para 2014

Alcides Graça classifica o ano de 2014 como “fundamental para qualquer projecto que se queria lançar e que quer para o PAICV e os outros partidos um trabalho de terreno de mobilização que tem que ser feito em 2014”. Esta é a perspectiva do líder do PAICV em São Vicente.

E promete trabalho para 2014, logo no início do ano, com a realização da assembleia regional dos militantes. Esta assembleia tem como objectivo aprovar os instrumentos de gestão do partido para o próximo ano, bem como a agenda política, de forma que os actos do partido não sejam esporádicos.

No próximo ano o PAICV irá sofrer mudanças na liderança e isso é visto por Graça como um momento histórico e determinante para as ambições do partido. “Se conseguirmos ultrapassar a sucessão do líder José Maria Neves, estou convencido que o PAICV tem todas as condições para vencer todas as eleições de 2016”, sublinha Alcides Graça. E o trabalho a ser desenvolvido tem como meta as eleições de 2016 e com um objectivo claro: a Câmara de São Vicente. E sente que irão conseguir.

  1. Mindelense

    Este Alcides tem muita Graça

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.