Coreia do Norte reforça controlo de fronteira para evitar fuga de pessoas

26/12/2013 09:04 - Modificado em 26/12/2013 09:04
| Comentários fechados em Coreia do Norte reforça controlo de fronteira para evitar fuga de pessoas

coreiaA Coreia do Norte aumentou o controlo fronteiriço para evitar a fuga dos seus cidadãos após a recente execução de Jang Song-thaek, tio do líder Kim Jong-un e antigo número dois do regime, revelaram fontes sul-coreanas.

 

Os guardas norte-coreanos encarregados de vigiar a fronteira de mais de 1.400 quilómetros que separa o país da China estão em alerta máximo para deter todos os que tentem escapar, referiu a agência Yonhap que cita um alto funcionário da Coreia do Sul.

 

A fonte assegurou também que Pyongyang enviou agentes à China para que passem a cooperar com as autoridades locais no momento de detetar norte-coreanos que tenham desertado e para que os enviem de regresso ao país.

 

O alegado reforço da vigilância fronteiriça acontece depois da execução de Jang Song-thaek, um inesperado acontecimento que terá marcado a maior mudança política no Estado desde a morte de Kim Jong-il há cerca de dois anos.

 

Milhares de norte-coreanos tentam, anualmente, a fuga para a Coreia do Sul empreendendo uma viagem de milhares de quilómetros que tem início com a travessia da fronteira com a China.

 

Nas últimas seis décadas, mais de 26.000 norte-coreanos conseguiram fugir para a Coreia do Sul.

 

 

jn.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.