Residenciais às moscas

26/12/2013 08:55 - Modificado em 26/12/2013 08:55
| Comentários fechados em Residenciais às moscas

RibeiraGrandeStoAntaoAs residenciais da cidade da Ribeira Grande estão vazias. Não existem reservas para o fim-de-ano.Os responsáveis dizem que este ano o negócio está fraco e cada dia está pior.

 

Os responsáveis da residencial MilFontes e da residencial Tropical afirmam que este é o pior ano , pois não tem pessoas para alojar nas residenciais.

No Residencial Tropical, nem se fala em taxa de ocupação no natal e fim do ano. A responsável desse residencial, Maria José Sousa, diz que não há nenhuma reserva, e não á prespectiva de terem pessoas,“ mas ainda temos esperança”.

“Quando há alguma actividade na cidade de Ribeira Grande, temos alguns hóspedes, que vêm das outras ilhas e do estrangeiro”, mas em épocas normais não há pessoas. Porque segundo Maria José “a maioria dos nossos hóspedes, vem através de instituições”.

Ivanilda Delgado, responsável da residencial MilFontes, está insatisfeita com a taxa de ocupação dessa época festiva, nenhuma reserva para o natal e fim de ano. Para ela, este ano podia ser melhor. “Já há algum tempo que a residencial está sem hóspedes”.

Tentamos falar com os responsáveis de outras residenciais, mas não foi possível. Mas o NN sabe que as outras residenciais da cidade, até o momento ,também não têm nenhuma reserva para esta quadra festiva.

Na cidade de Ribeira Grande, a taxa de ocupação nesta quadra festiva é negativa. Os responsáveis das residenciais dizem que este ano o negócio está fraco e cada dia está pior.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.