“Magistratura de influência” de Jorge Carlos Fonseca

25/12/2013 14:54 - Modificado em 25/12/2013 14:54
| Comentários fechados em “Magistratura de influência” de Jorge Carlos Fonseca

jcfFoi apresentado no Mindelo, a obra ”Magistratura de Influência” que consiste numa colectânea de intervenções do Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos de Almeida Fonseca, nas mais diversas ocasiões ao longo de dois anos de mandado. A obra foi apresentada no salão nobre dos Paços do Conselho e o Presidente da Câmara Municipal, Augusto Neves, afirmou que em clima de festa o livro é “um presente de Natal”.

 

A apresentação da obra esteve a cargo de António Ludgero Correia e João Branco.

Em todos os encontros em que o Presidente da República esteve, sublinha António Ludgero, “deixou o que lhe vinha na alma no momento”. E, em cada um, não só retratou, claro, a situação do país, como também tentou promover o diálogo e as vias a percorrer para o sucesso. “Em cada intervenção regista as suas preocupações e as esperanças e a certeza de que esta nação, querendo, pode”, sublinhou António Ludgero durante a apresentação do livro.

“Sendo a função presidencial uma função relacional e do uso da palavra, Jorge Carlos Fonseca como atesta este volume, tem feito bom uso do seu processo mental e da sua capacidade de comunicação”, atestou António Ludgero.

João Branco falou da amplitude do trabalho do Presidente que o livro reflecte nas suas intervenção nas mais diversas ocasiões e na sua forma como actuou durante os dois anos que deram vida ao livro.

Para Branco, “quanto mais depressa os políticos entenderem que devem descer dos seus pedestais, sair dos seus palacetes para estarem um pouco com as pessoas, mais admiração e respeito terão”. E para Branco, a leitura deste livro mostra que Jorge Carlos Fonseca entende esta realidade e “faz da sua magistratura algo do qual se poder orgulhar”.

“Magistratura de Influência” é uma obra que espalha a forte sintonia do Chefe de Estado cabo-verdiano não só com os desafios tremendos que o país atravessa, mas com os compromissos que assumiu quando se preparou e candidatou para o mais alto cargo político de Cabo Verde”, acrescentou João Branco.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.