Privatização dos TACV começa pelo handling

20/12/2013 09:30 - Modificado em 20/12/2013 09:30
| Comentários fechados em Privatização dos TACV começa pelo handling

tacvSerá a Aeroportos e Segurança Aérea (ASA) de Cabo Verde quem vai assegurar, a partir de 2014, os serviços de handling nos aeroportos do país, através da Ground Handling, empresa a ser criada em breve.

 

Segundo o jornal A Semana, este é o primeiro passo para a privatização da Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV), uma vez que a transportadora assegura, atualmente, aqueles serviços.

 

A privatização da TACV será feita por fases e começará pela separação da atividade de “handling” e a entrega à empresa a ser criada, a Ground Handling, dos equipamentos associados com aquele serviço, “numa espécie de encontro de contas para saldar as elevadas dívidas que a transportadora aérea tem acumulado junto da ASA.”

 

Mário Paixão, presidente da ASA, disse ao jornal, citado pela Cargo News, que os estudos já estão concluídos, que as auditorias operacionais, administrativas e financeiras estão quase a ficar prontas e que, em breve, a ASA e a TACV iniciam negociações para concretizar o negócio.

 

Além dos equipamentos necessários para as operações de “handling”, a futura empresa iniciará a sua atividade com os 300 trabalhadores da TACV que atualmente prestam o serviço de apoio em terra a aviões, passageiros, bagagem, cargas e correio.

 

“A eficácia deverá ser o fulcro da futura empresa, que terá de ser produtiva, bem organizada e capaz de acrescentar valor aos aeroportos, ao sistema de transportes aéreos e à economia de Cabo Verde”, salientou Mário Paixão.

 

 

oje.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.