Multa de oito mil escudos para jogador do Batuque que agrediu árbitro assistente

18/12/2013 00:20 - Modificado em 17/12/2013 23:50

cartao-vermelhoO juiz de instrução criminal condenou com uma pena de multa o jogador do clube Batuque FC, Odair Fortes, que agrediu um árbitro assistente com um soco no rosto após receber ordem de expulsão no jogo com o CS Mindelense. Condenado a pagar uma multa de oito mil escudos, o capitão dos axadrezados respondeu pela prática de um crime de ofensa à integridade física.

 

O juiz Antero Tavares executou a audiência de julgamento no processo-crime que acusava um jogador do Batuque FC de agressão ao árbitro assistente Adilson Pinto, no decorrer do jogo CS Mindelense x Batuque, referente ao Campeonato Regional de São Vicente.

 

O ofendido, Adilson Pinto esteve presente na audiência e reiterou ao Juízo Crime que não tinha intenção de desistir da queixa, uma vez que o capitão do Batuque FC agiu de forma errada, através de um acto reprovável ao acertar-lhe com um soco na face, como forma de contestar a sua posição no lance que ditou a expulsão do jogador. Perante a declaração do árbitro assistente, o juiz prosseguiu com o julgamento, onde o arguido confessou a prática de um crime de ofensa corporal.

 

Confissão

 

Odair Fortes assumiu que teve uma conduta anti-desportiva e que, como capitão da equipa, deveria ter dado o exemplo. “Foi um acto irreflectido, depois de um lance de jogo, onde acho que não cometi qualquer ilegalidade. Nunca deveria ter agido daquela forma, deixei-me levar pela emoção e pelo impulso, agora terei de assumir as consequências”.

 

O magistrado afirma que a medida de pena surge no sentido que o jovem é réu primário e por ter admitido o seu erro. O juiz declarou que como jogador poderia ter recorrido a outros meios para contestar uma eventual injustiça e aconselhou-o a ter um comportamento saudável em campo. Depois de conhecer a punição criminal, Odair sabe que a nível disciplinar vai incorrer numa sanção de um a quatro anos de suspensão.

 

  1. Coculi

    Oito contos para um soco no rosto ? Até dá gosto de repetir. Com todo o respeito e compaixão para com a vitima.

  2. Neves

    um soco na cara te custá oito mil escudos,,, ah ah ah ah ah!!!! Não me façam rir!

  3. Esqui

    Agora nta lembra de kel história ke um home dá um ote um mo na cara juiz dal 500$ multa él dze Juiz ntom nta paga 10.000$ porque ainda ntem 9 pame dal. Brincadeira, ahahahaha

  4. Neves - Roterdam

    Se este mosso Dai, é de slamansa, a multa divia bá pa 80.000$00, e currido pa sempr do mund do futebol.

  5. Juari Nobre

    Interessante é que no Andebol d Santo Antão, as coisas são muito mais duras… so por palavras inofensivas 1 jogador é castigado por 1 Ano sem jogar Andebol… tb nem era 1 pateta k tava n frent d Ass. e outro na Com. Disciplina…
    os desportos d salão onde ha muito menos jogadores, creio k deveria ser mais flexível os castigos do k no futebol, devido a escassez de atletas… tb para garantir a continuidade desses desportos… mas acontece exatamente o contrario.
    ahahahah

  6. Severino Manuel

    Muita benevolência do Juiz… Sendo assim; pode-se bater socos na cara pessoas a vontade. Depois é só uma multinha de 100$ dia, um ou dois meses e pronto…. Esses senhores da justiça estão a incentivar a violência neste País. —————————————————————————————————————————– Bravo Senhor Juiz

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.