Desfalque no BCA: o desvio foi feito através de levantamento de dinheiro “vivo”e transferências para o exterior

13/06/2012 00:27 - Modificado em 13/06/2012 00:55

As várias operações bancárias feitas irregularmente por Alcindo Rocha, durante o tempo em que dirigiu a agência do Banco Comercial do Atlântico (BCA) no Porto Novo podem ter resultado num prejuízo efectivo de 139 mil contos, para esse banco.

 

Esse valor foi avançado ,ontem, 12, durante a segunda sessão do julgamento do ex-gerente, em que, de entre as testemunhas ouvidas, se destacam um dos auditores do BCA, que efectuou, em Setembro de 2011, a auditoria à gestão de Alcindo Rocha, que levou a sua prisão, um mês depois (em Outubro).

O valor avançado pelo auditor está aquém daquele que tem sido divulgado na imprensa, à volta de 150 mil contos.

Segundo o auditor o desvio processou-se através de levantamento de “dinheiro vivo” e de transferências feitas para “o estrangeiro”, mediante ordens de pagamento e através da instituição bancária Western Union.

Porem, contínua por esclarecer o destino dado ao dinheiro transferido para fora do país. Alcindo Rocha teria dito na primeira audiência que o dinheiro foi transferido para contas de terceiros, por quem estava a ser burlado.

Até ao mês de Setembro de 2011, altura em que foi denunciado por um dos clientes do BCA, que se sentiu lesado, Alcindo Rocha tinha “boas referências” por parte da administração desse banco, referiu o auditor, informando que até aquela data não se tinha detectado “irregularidades graves” na gestão do ex-gerente.

Alcindo Rocha, cuja competência era também reconhecida pelos “colegas”, foi um dos gerentes do BCA mais bem classificados, com nota de Bom.

O julgamento começou a 5 de Junho, prosseguiu esta terça-feira, 12,estando marcada a próxima audiência para 29 deste mês.

  1. S Vicente

    Ao avaliar este funcionário com uma nota de bom, e rouba ao banco centenas de milhões de contos é simplesmente rídiculo.!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.