PN vai atacar pontos negros da criminalidade

13/12/2013 00:00 - Modificado em 13/12/2013 00:04

carro PNO Comando Regional da Polícia Nacional na ilha de São Vicente vai realizar uma acção policial durante a época festiva intitulada “Operação Natal e Fim de Ano em Segurança”. Este plano da PN surge num período em que as estatísticas revelam uma tendência para o aumento da criminalidade e sinistralidade na ilha de São Vicente.

 

A “Operação Natal e Fim de Ano em Segurança” do Comando da PN em São Vicente, irá decorrer de 13 de Dezembro a 4 de Janeiro de 2014, enquadrado no plano “Cabo Verde Seguro”. Deste modo, o comando pretende garantir maior segurança aos cidadãos, aos seus bens e reduzir as actividades criminais e de delinquência.

 

Durante esta acção policial serão realizadas rusgas nocturnas a bares, boîtes, discotecas e combate a actos e acções de incivilidade. A Polícia Nacional vai patrulhar as imediações dos estabelecimentos comerciais, com aumento do policiamento nas ruas da cidade do Mindelo.

 

Segundo o Comandante da PN, Tito Barros, um dos objectivos será fazer um trabalho que dê sentimento de segurança aos cidadãos, com resposta célere às solicitações dos são-vicentinos e uma das medidas vai ser a intensificação das patrulhas nos bairros mais problemáticos e nos pontos negros da criminalidade na ilha de São Vicente.

 

No âmbito do trânsito, a PN vai reforçar a fiscalização rodoviária, controlar o transporte irregular de passageiros e cargas, entre outras acções viradas para a área do trânsito, como o controlo da velocidade imprimida nas estradas, viaturas de importação temporária e a condução sob efeito do álcool.

  1. Manuel Gonçalves

    Que lindo discurso Sr. Comandante, o que o Senhor sabe é somente exibir, mas devia ter vergonha na cara ao estar a enganar a comunidade Mindelense, onde é que o senhor vai buscar os patrulheiros para reforçar Mindelo, nesta quadra, se durante toda sua comissão de serviço, retiraste patrulheiros das ruas e não consegues impor disciplina, o senhor queria dizer vai matar ainda mais nós os agentes do corpo de intervenção, pq somos nós que tem aguentado e sacrificado para manter a população seguro.

  2. Manuel Gonçalves

    Enquanto andas juntamente com o teu stock de oficiais que nada fazem a conquistar e a festejar com as mulheres policias e a admitir que o Subchefe Mota, faça e vende esa policia, prova disso é o negócio que tens conjuntamente com ele dentro do comando, somos martirizados no trabalho, mas como muita dignidade vamos continuar a trabalhar em próle do bem da comunidade pq somente eles é que reconhecem o nosso trabalho, pq somente reconheces os teus ratos do gabinete, tb de policia nada tens.

  3. Manuel Gonçalves

    ahhhhhhhhhhhhhhh

  4. Jorge Balanta

    “Durante esta acção policial serão realizadas rusgas nocturnas a bares, boîtes, discotecas e combate a actos e acções de incivilidade. A Polícia Nacional vai patrulhar as imediações dos estabelecimentos comerciais, com aumento do policiamento nas ruas da cidade do Mindelo.”

    Todos esses estabelecimentos são controlados. Mas a pergunta é: – quem controla essas casas privadas onde se vende e se pratica tudo aquilo que Deus proibiu? E o pior ainda é a poluição sonora que eles produzem.

    Como morador do Madeiralzinho tenho algumas vezes telefonado para a Policia e se uma vez ou outra aparecem ficam dentro do carro, até parece que têm medo de sair do mesmo para fazerem uma busca dentro dessas casas. Nao quero insinuar mas as vezes duvido que são amigos ou coniventes com os donos desses ” estabelecimentos ilegais” ou temem simplesmente pela sua segurança. Nunca se sabe. Os tentáculos do mundo da droga são bastante extensos. Tambem como se explica a riqueza que alguns policias ostentam, carros e mansoes de luxo com um salario que nao deve ultrapassar os 50 contos! Tambem tudo isto nao foi uma herança.

    Apenas o cidadão, que trabalha honestamente como eu, das 8 até as 17 horas é que é obrigado a passar a sua noite em branco. E enquanto eu estou trabalhando duramente e lutando com o sono os outros dormem um sono profundo. Vale a pena viver à margem da lei neste País.

  5. mindelense

    Eu queria perguntar ao Sr. comandante da polícia, pq há poucos fui interrompida durante uma festa de aniversário da minha avó, por alegação de poluição sonora, enquanto há poucos metros do comando, em pleno coração da cidade tos os fins de semana tem atividades no Mindel hotel, hotel porto Grande, Kolumbi, incomodando pessoas durante o seu sossego, e todo o tipo de deliquencia, inclusive com policiais destacados na porta e o Sr. não toma medidas, ou é pq eles corrompem a polícia

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.