Caos na rota São Vicente/Santo Antão com o Governo como observador

12/12/2013 04:36 - Modificado em 12/12/2013 04:36
| Comentários fechados em Caos na rota São Vicente/Santo Antão com o Governo como observador

cais do porto novo obrasO transporte marítimo entre as ilhas de São Vicente e Santo Antão continua a ser um problema para os cidadãos e operadores económicos que vão acumulando prejuízos. Quem procura a rota marítima mais rentável do país está a sofrer com a insuficiência de navios para fazer a ligação. Há vários anos que, o Governo prometeu resolver a situação dos transporte à Norte. E agora que se instalou o caos, o Governo assumiu o papel de observador.

 

Os passageiros e os transportes de mercadoria estão a sofrer bloqueios nas ilhas de São Vicente e de Santo Antão. Em causas estão os problemas que afectam as embarcações que estão a operar nessa rota depois da saída do navio Mar D´Canal, que rumou à CABNAVE para reparações.

 

Caos

As viagens dos navios Vicente e Pentalina B não estão a ser regulares, porque há dias em que as duas embarcações sofrem avarias, uma situação que os impedem de rumar a ilha de Santo Antão. Por esta altura o Vicente sofreu uma avaria no gerador, que ditou a sua paralisação para que os técnicos possam resolver o problema. Já o Pentalina B, por questões de segurança está a transportar apenas 150 pessoas. E que quando passa por testes de vistorias interrompe as viagens para Porto Novo.

Recorde-se que o Mar D´Canal tem capacidade para 420 passageiros e o Vicente pode transportar 350 pessoas. Para resolver a situação, os cidadãos exigem mais navios para essa linha ou então, que os navios em serviço passem a realizar mais do que duas viagens diárias, de modo a resolver as deficiências nessa ligação.

 

Insuficiência

Por esta altura há passageiros, mercadorias e viaturas a ficar em terra, isto quando os proprietários do catamarã HIACEMAR decidiram fazer a ligação, mas o problema é que a embarcação transporta apenas cerca “60 pessoas, com malas de mão e mercadorias cargas”.

As autoridades municipais e os operadores económicos têm alertado para “as dificuldades” na ligação marítima entre São Vicente e Santo Antão estão a comprometer o transporte de pessoas, o turismo e ainda contribuiu para agravar a situação economia das duas ilhas.

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.