TIR para indivíduos suspeitos de furtarem combustível na Agropec

12/06/2012 01:11 - Modificado em 12/06/2012 01:11

O juiz de instrução criminal aplicou Termo de Identidade e Residência aos sete indivíduos suspeitos de furtarem combustível nas instalações da Agropec. Com esta medida de coacção, os sujeitos irão aguardar em liberdade o desenrolar do processo. Resta agora as autoridades judiciais procederem as diligências para apurar os factos, para que o Ministério Público deduza a acusação.

 

Os sete indivíduos suspeitos de furtarem combustível na Agropec, na Ribeira de Julião, foram colocados em liberdade mediante TIR. Durante a realização do primeiro interrogatório, o juiz não encontrou elementos que fizessem valer a aplicação de prisão preventiva aos sujeitos.

Desta forma, o magistrado aplicou-lhes Termo de Identidade e Residência, medida de coacção aplicada a qualquer pessoa alvo de um processo penal. O processo que envolve os sujeitos foi enviado para a Procuradoria de São Vicente para que sejam realizadas as diligências para apurar os factos do caso. Assim que as autoridades judiciais concluírem o processo de instrução, o Ministério Público irá deduzir a acusação contra os presumíveis autores do furto de combustível na Agropec.

Recorde-se que as instalações da Agropec já foram assaltadas por três vezes durante o ano de 2012. O alvo dos gatunos foi os depósitos de combustível existentes na instituição. Na sequência de um mandado judicial, a BIC deteve os sete indivíduos por haver indícios de serem os responsáveis dos assaltos na empresa de agro-pecuária.

  1. Margarida

    Nesse terra cês vida é da pessoal TIR moda dia ta bai!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.