Residência das Irmãs de São Pedro Claver foi assaltada de novo

4/12/2013 06:55 - Modificado em 4/12/2013 06:55
| Comentários fechados em Residência das Irmãs de São Pedro Claver foi assaltada de novo

furtoA residência das Irmãs Missionárias de São Pedro Claver, situada na Av. Manuel Matos, São Vicente foi assaltada pela segunda vez este ano. Seis meses após terem registado o primeiro assalto, as Irmãs Missionárias viram o espaço ser assalto na segunda-feira. Desta vez quem praticou o assalto, roubou dois portáteis, projector, plaqueta fotográfica e cerca de 30 mil escudos.

 

O roubo aconteceu na segunda-feira por volta das sete horas. O autor do roubo entrou pela parte de frente do edifício e escondeu-se num dos compartimentos do lar. Aproveitou o momento em que as irmãs estavam na Capela da igreja São Pedro Claver a rezar, e entrou nos quartos dessa residência roubou dinheiro e equipamentos, e de seguida deixou o edifício pela porta de frente.

 

O sentimento exposto pela Irmã Sabina ao NN, é que o autor foi “alguém que conhece a casa”. “A pessoa sabe que as irmãs estavam a rezar e conhece muito bem a rotina, e ainda teve ainda a coragem de sair pela porta principal tranquilamente”, acrescenta. O lamento da Irmã Sabina é que os computadores tinham “documentos importantes” relacionados que a obra que vinham realizando, e outros documentos sobre a comemoração de 25 ano de serviço de algumas irmãs.

 

Este não foi o segundo assalto neste ano. No primeiro, conta a Irmã Sabina que chegou a cruzar com o assaltante e que seria capaz de descreve-lo. Não sabe se foi a mesma pessoa mas sublinha que foi alguém da casa. Vivem 22 mulheres na casa sendo quatro irmãs, quatro aspirantes e mais catorze universitárias que frequentam o lar. Basicamente somente mulheres na casa, a irmã afirma que não tem meios para colocar guardas, e a sua segurança “está na oração”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.