Empregada doméstica acusada de roubar mais de dois mil contos ao patrão

3/12/2013 07:51 - Modificado em 3/12/2013 07:51

EscudosO Tribunal da Comarca de São Vicente mandou investigar o caso de uma mulher suspeita de furtar mais de dois mil contos ao patrão. A cidadã de 35 anos que trabalha como empregada doméstica ficou sob Termo de Identidade e Residência. A BIC recuperou cerca de 1400 contos na posse da suspeita e ainda vários produtos que a suspeita ter comprado para ornamentar a casa nesta quadra festiva.

 

O caso esteve a ser investigado pela Brigada Investigação Criminal, depois da Polícia Nacional ter recebido uma denúncia de que uma mulher de 35 anos, residente em Lombo Tanque, praticou um crime de furto qualificado. A investigação criminal durou cerca de uma semana e com a identificação da suspeita, a Polícia Nacional apurou que o caso ocorreu numa residência de um emigrante reformado, em Fonte Francês, onde a mulher trabalhava como empregada doméstica.

 

Gastos

 

No decorrer das diligências, a BIC apurou que se tratou de um furto de dinheiro, cujo valor ultrapassa os 2 mil contos. Munida de mandado judicial, a Brigada de Investigação procedeu à detenção da cidadã, fora de flagrante delito, recuperando o dinheiro que sobrou do furto: 10.350 Euros (1138.500 escudos) e 245.101 mil escudos

 

Por outro lado, quando a BIC deteve a mulher, esta já tinha gasto mais de 1 milhão de escudos em electrodomésticos, produtos para a ornamentação da casa, árvore de natal, brinquedos para crianças. O processo está sob segredo de justiça e sob a alçada do Tribunal que mandou averiguar o caso para apurar os factos que resultaram na detenção da empregada doméstica e que sustentam os indícios da prática de um crime de furto.

 

O NN teve acesso à lista de bens que a Polícia recuperou na posse da cidadã e o certo é que se trata de produtos para embelezar compartimentos de uma habitação tais como: sala de visita, cozinha, casa de banho, sala de jantar, quartos de cama e para uso pessoal, bens que engrossam a longa lista de compras que ultrapassam os mil contos.

 

Produtos

 

Segundo o relatório foram recuperados: 1 frigorífico LG, 1 Plasma LED de marca WILSON, 1 Leitor DVD, 1 Subwoofer com cinco colunas pequenas, 1 máquina de lavar, árvore de natal com 33 peças e 2 caixas de luzes, 1 faqueiro com 8 peças, jogo de talheres com 24 unidades, conjunto de pratos, mesa de sala com tampa de vidro, 1 saladeira de vidro, 6 colheres de panela, 6 caixas de jóias, 2 cinzeiros, um conjunto de utensílios de cozinha, 3 açucareiros, 2 peças de casa de banho.

 

A empregada doméstica comprou ainda, dois pares de candeeiros, 15 vasos em porcelana e vidro, conjunto de bandejas de alumínio com forno, 4 travessas de alumínio, 1 matraquilhos para criança, capacetes de bicicleta, 12 caixas com brinquedos de criança, 7 almofadas, colchas, garrafas, taças e 6 enfeites de sala, facas, 2 velas, estante, conjunto de 6 chávenas, 1 balança, conjunto de bandejas, tigelas de vidro, tapete, toalhas, 7 cortinados, forros, lençóis e panos de cama.

 

Houve ainda, 44 velas, 3 bibelôs, 2 candeeiros eléctricos, 4 castiçais, bem como para uso pessoal, 5 anéis de fantasia, 23 pulseiras, 25 colares, 13 blusas, 9 vestidos, 3 calças para senhora e 1 telemóvel.

  1. CidadaoCV

    Epá … esta é a prova do muito que se fala de algumas empregadas domésticas em Cabo Verde. “Não são preguiçosas”, “resmungonas”,… e “ladras”, “furtam de tudo, desde um grão de Knorr até joias e dinheiro”, e “depois reclamam do salário baixo”! Muita gente reclama da honestidade das empregadas que têm. Por estes motivos muitas famílias optaram por não ter empregada doméstica. O “junta mom” lá em casa substitui a empregada e poupa muitos constrangimentos.

  2. joao.pt

    Fogo essa também não perdoa. ou tudo ou nada kkkkkk..

  3. Culadi

    Ainda teve TIR? Caramba! Em CV o crime compensa!

  4. Irene Fontes

    Ouve-se falar de emigrante que até se enfastia (dizem alguns). Mas tomam-nos por vaca leiteira. Quando é para ajudar a familia falam mansinho, dão louvores e mamam até o tutano. Sugam, chupam.
    Conheço alguns que de boa fé foram ajudando sem conta e depois passaram a ser o diabo. Perdeu-se o respeito e a educação de outrora para dar lugar a arbitrariedades capeadas pela lei que fecha os olhos e dà ajuda descaradamente.
    Façam o balanço das compras. Não foi milho para dar de comer aos filhos

  5. gabs

    pelo menos bsot divia deixal que se arvore de natal.

  6. TIC

    Nao querendo desviar a atencao do assunto…so uma correcao ao autor: nao existe plasma led, mas sim lcd led…nao so pq a tv e plana (flat tv) pq tem k ser plasma….plasma e uma tecnologia obsoleta que foi substituida pelo LCD.

  7. Mindelense

    Salvo raríssimas excepções, empregada doméstica é um mal necessário. Para além de serem preguiçosas, a maior parte não faz o serviço como deve ser. São alcoviteiras, de pouca confiança, preguiçosas (muitas vezes já encontrei a minha empregada a ver TV) e sempre que podem subtraem tudo o que encontram na casa dos patrões, desde de géneros alimentícios, a roupa, jóias, brinquedos, dinheiro, tudo-e-mais-alguma-coisa.
    Não tem cuidado no manuseamento dos objetos caseiros, na manipulação dos alimentos, no cuidado com as crianças e velhos, enfim, precisamos reecontrar as antigas e famosas menininhas de Sintantom, ou dos bairros periféricos de São Vicente que outrora eram excelentes domésticas.
    Por fim, não posso de deixar de reconhecer que o salário de 11.000$00 proposto é justo tendo em conta a nossa realidade social, mas, a maior parte não merece nem 5.000$00 por mês. Agradecia que os Chineses inventassem uma empregada Robot (bunitu e balatu) para que possamos livrar de vez dessas aves de rapina.

  8. maria jose

    não resta duvida que o mal existe mas não vamos meter todas as mulheres que são empregadas domesticas no mesmo saco temos sim muitas com esses problemas de desvio de comportamentos mas temos tambem muitas que mereçem o nosso respeito de cuidarem dos nossos lares dos nossos filhos Eu tenho muita consideracão por elas uma em expecial que entrou na minha casa quando o meu filho entrou no jardim e saiu apos te- lo colocado flor no liceu ludjero lima na festa de finalista tambem muitas empregadoras

  9. maria jose

    deixam muito a desejar no tratamento que dão as respetivas cuidadoras dos seus bens preciosos que são as suas casa e familia não dando alimentação achando que devem comer restos que nem isso as vezes tem achando que devem limpar o rabo com toalhas de rosto achando que são coisas que uma empregada não deve reclamar eu tenho uma lista enorme de um trabalho que fiz nesse sentido Eu sei que não justifica roubarem mas a necessidade de ter formações para munirem essa classe de ferramentas

  10. maria evora

    deixam muito a desejar no tratamento que dão as respetivas cuidadoras dos seus bens preciosos que são as suas casa e familia não dando alimentação achando que devem comer restos que nem isso as vezes tem achando que devem limpar o rabo com toalhas de rosto achando que são coisas que uma empregada não deve reclamar eu tenho uma lista enorme de um trabalho que fiz nesse sentido Eu sei que não justifica roubarem mas a necessidade de ter formações para munirem essa classe de ferramentas

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.