Tripulantes do Rotterdam estão bem e vão regressar à Cabo Verde

21/11/2013 17:56 - Modificado em 21/11/2013 17:56

navio mar1Alfredo Bandeira, tripulante do navio Rotterdam que estava desaparecido desde do dia 8 de Setembro, está são e salvo em São Tome e Príncipe. A sua mulher, Vicência disse ao NN que o armador telefonou-lhe esta tarde a informar-lhe que “os rapazes estão todos bem e que vão regressar brevemente a Cabo Verde”.

Vicência chora e não contém a sua alegria e diz “sempre acreditei que o meu marido estava vivo”. Diz que durante estes meses nunca teve um único contacto com o marido, mas, “nunca duvidei que ele estava vivo”.

Com esta confirmação por parte do armador do navio Rotterdam , esta história conhece um novo desenvolvimento: o que aconteceu de facto com o navio Rotterdam e a sua tripulação, após a sua partida do cais da Praia no dia 8 Setembro rumo a ilha da Boa Vista.

O jornal A Nação, na sua edição de hoje avança que o navio pode ter estado envolvido no transporte de drogas. Mas na zona de Salamansa , São Vicente, o momento é de alegria com as informações de que o morador e tripulante do navio Rotterdam, Alfredo Bandeira, de 49 anos está vivo.

 

  1. Salamança

    Há uma certa hypocrisia neste noticiario. O trabalho do jornalista do Noticias do Norte deixa muito a desejar. Tambem a alegria da população de Salamanca é simplesmente palhaçada. Nessa zona a noticia que o barco nao tinha afundado e que se encontrava em São Tomé era há muito tempo conhecida.
    Tambem Vicencia podia poupar as lagrimas de crocodilo e a falsa alegria pois o proprietário da embarcação já tinha contactado com as familias dos tripulantes exigindo um silencio total, alias impossível pois uma ou outra pessoa deixou escapar a veracidade dos factos e que tudo nao passava de uma encenação numa tentativa de camuflar o crime. Doutro lado nao é segredo de estado que tanto em S.Vicente como na Holanda e no mundo da droga as pessoas de Salamanca têm infelizmente uma substancial representação.

  2. Nha boca ka stá lá

    Essa catxupa tem tucim e BEDJO. Apertem com as gentes de Salamansa (Se o SALAMANÇA estiver certo do que diz). É que se for verdade muita gente de Salamansa está a tirar proveito do que se passou.

  3. taty

    porque usar o nome salamansa camarada

  4. tito

    tud nos ta contente pe tud esse estod vive, mas esse te txeu pa esplica ( onde kes tava, pq esse ka da noticia, ki tp de carga ess tinha, kem era done di carga etc etc)

  5. Angela M

    Conhecemos o capitão do barco que é uma excelente pessoa. Ficamos todos consternados com o suposto desaparecimento. Gastou-se com as buscas e até com a ajuda de aviões de Portugal. Na atual crise financeira mundial, se verdade o que comentam, há muito o que ser explicado e porque os governos dos dois países simplesmente se colocaram a parte? Alguém esta brincando com o sentimento das pessoas além de fazer com que países em crise tenham despesas desnecessárias. Lastimável!

  6. Djulay - S.Pedro

    Para dzer 2 coizas: 1- Familia Matias sabé de TUDO!!!! 2- A chamada filtraga dos comentáros no Noticia do Norte, ca tá passá dum SENSURA sem sentidu, ke ta tchá tud algém esplicá sé ideas e sés cumentar, tant a más se é de povo de S.Pedro. TRISTE!

  7. celso pires

    como a minha sebeduria,vi a entervista da mulher,,,no sey,,,,,,,,,,mais,o capitao ten de saber de todo este que esta passado,,,,,,,,,,,este caso,nao se pode cubrir,,,a que resolver-lo o dinhero que castaron en busca do barco,ja da para ajudar muita as familhas que eston passado falta,en cabo verde,,,,,,,,,,nao digo mais,,,,,,

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.