Pais queixam-se de professora que terá feito vídeos porno

12/11/2013 12:58 - Modificado em 12/11/2013 12:58
| Comentários fechados em Pais queixam-se de professora que terá feito vídeos porno

sala d aulasUma professora primária do agrupamento de escolas de Mértola terá gravado vídeos de teor sexual na sala de aula onde leciona a alunos entre os seis e os nove anos.

 

As imagens foram postas a circular na Internet e entre os habitantes da aldeia onde a docente dá aulas, deixando as mães dos alunos “chocadíssimas”, de acordo com o jornal “i”. No vídeo em causa, a professora despe-se, exibe-se e toca-se num espaço identificados pelos pais como a sala de aulas dos filhos.

Ontem a direção da escola foi confrontada por uma encarregada de educação na habitual reunião de início do ano letivo, colocando o assunto oficialmente sobre a mesa. Na reunião estiveram a professora em causa, duas professoras em representação da direção da escola, uma vereadora da autarquia e a seis encarregados de educação. Foi mostrado um dos vídeos da professora, que não o sala de aula (bloqueado entretanto na página de conteúdos para adultos). A direção da escola considerou que este era assunto da vida privada da professora.

Segundo o diário, uma das primeiras pessoas a ver o vídeo contou que a professora fazia estas gravações “para venda em sites pornográficos” mas um dos alunos terá, pelo menos em uma ocasião, surpreendido a professora nas gravações.

Os responsáveis do agrupamento deverão reunir-se hoje depois de na segunda-feira ter chegado à câmara de Mértola uma denúncia assinada por vários pais.

Contactada pelo jornal, a professora negou qualquer participação nos vídeos, atribuiu o assunto a casos de “inveja” e disse que o caso estava entregue à Polícia Judiciária. A advogada que representa a professora contacou o “i” explicando que a PJ tem em curso “uma investigação para saber a origem do vídeo” e para que o diário não publicasse a notícia.

 

 

dn.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.