Turistas visitaram a sepultura de Cesária Évora

11/11/2013 01:57 - Modificado em 11/11/2013 01:57

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA sepultura da cantora Cesária Évora foi visitada neste fim-de-semana por turistas que estavam de passagem pela ilha de São Vicente. Os cidadãos que estiveram no Cemitério renderam a sua última homenagem à Diva dos Pés Descalços e deixaram flores e recordações no seu sepulcro.

 

Alguns turistas frisaram ao NN que não conseguiram estar presentes nas exéquias da cantora Cesária Évora. Por isso, decidiram fazer esse gesto à mulher que levou a música de Cabo Verde para todos os cantos do mundo. Por outro lado, há quem veio para conhecer a história da Diva e o seu túmulo.

 

O cidadão português, Aníbal Carvalho frisou que não conseguiu chegar a tempo à cidade do Mindelo para acompanhar Cize à sua última morada. Mas que “quando soube que a Cesária falecera, encorajei a minha família no sentido de participarmos no seu funeral. Porque em Portugal ela encantou-nos com a sua voz, porém, não foi possível estar presente na sua despedida, por isso, aproveitamos a nossa estadia nesta ilha para lhe deixarmos uma recordação”.

 

O casal inglês Henry Jones e Stephany Jones teve o privilégio de assistir a um concerto da cantora Cesária Évora. O casal afirma que “o povo de Cabo Verde perdeu a mulher que levou a música para além das fronteiras nacionais. E contribuiu com que Cabo Verde fosse reconhecido no mundo inteiro. Por isso, viemos à sua sepultura render-lhe uma singela homenagem”.

 

Por seu lado, um grupo de turistas franceses afirmou que pediu a um guia turístico para levá-lo ao Cemitério do Mindelo para conhecer o sepulcro da “Rainha da Morna”. Thierry Deschamps acrescenta que “ouvimos falar nos jornais que Cesária Évora foi a musa da música em Cabo Verde. Por isso, o nosso grupo decidiu visitar esta cidade para conhecer a história desta mulher e depositar algumas flores no seu sepulcro”.

 

Segundo os turistas que visitaram o túmulo da cantora, os cidadãos cabo-verdianos e o mundo inteiro deverão ter sempre em mente o que a Cesária Évora enraizou com a sua forma de encarar a vida e pelo modo como encantava as pessoas. Bem como a sua maneira de interpretar a música que a caracterizou como embaixadora da morna de Cabo Verde.

 

  1. etm

    Que sirva de exemplo à CMSV e ao Ministério da Cultura para potenciar ,culturalmente e economicamente o legado da nossa Diva.

  2. ELD

    Já e tempo de se fazer uma limpeza e substituição das flores e quiçá de se construir um maosoleo digno da Cize.

  3. Mais valor

    Devem ter ido decepcionado com o estado da Diva dos pés descalsos

  4. Mais valor

    Devem ter ido decepcionado com o estado da sepultura da Diva dos pés descalsos

  5. Dje Guebara

    Sim senhor.

  6. Nuno Ferreira

    Não só a sepultura da Cesária está abandonada, há cerca de 2 anos tentei conseguir financiamento para dignificar a memória do eterno BIUS, meu amigo de peito, mas fui mal interpretado pela familia que infelizmente até hoje não fizeram nada. O Ministério da Cultura e a Camara Municipal deveriam reunir esforços para fazer uma sepultura à altura destes dois artistas que levaram SV e CV ao mundo inteiro. Basta de dormir à sombra da bananeira, Sr. Vereador da Cultura e Representante do M. da Cult.

  7. Rogério Rodrigues.

    Com se disse, já é tempo de autoridades nacionais (municipais)
    pensarem na sepultura da nossa Diva.

  8. António Fantasma

    Meus amigo Acise, o Bius e os Outros já era…. Em vez de se preocupar em gastar com aquilo que não vale nada, é hora de se preocupar com pessoas que esta passando fome, miséria,etc para mim isto é que importa… Os mortos não precisam de nada, eles não precisam de dignidade. ” Alé munti alguém ku fome mas bu ka sta preo kupa ku ranjal um bokadul’kume!!!

  9. Antonio Marasma

    Oh Antonio Fantasma ; o teu comentàrio sob a situaçao dos nossos artistas – jà falecidos -que deram o seu contributo para a cultura da tua terra , da nossa terra , foi lamentàvelmente , ( um comentàrio ) FANTASMA !..

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.