Caso Maria: Cigana da Bulgária quer a filha de volta

25/10/2013 10:33 - Modificado em 25/10/2013 10:33

sashaUma mulher búlgara, de etnia cigana, acredita ser a mãe biológica de Maria, a «menina loira» encontrada na Grécia junto de uma família cigana. Agora, quer a filha de volta.

 

Sasha Ruseva, de 35 anos, garante que não vendeu Maria, mas que foi forçada a deixar a filha, agora com 4 anos, com um amigo na Grécia.

 

Esta mãe de 10 filhos alega que a sua decisão se prendeu, na altura, com o facto de não conseguir obter os documentos legais necessários para trazer Maria de volta para a Bulgária.

 

No entanto, o «Daily Mail» descobriu que Sasha já foi detida duas vezes por tentar vender os filhos na Grécia

 

 

lux.pt

  1. olha bem como esse mundo anda? vender a própria filha como se fosse um objecto e muito triste, eu gostaria o porque?

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.