Devolução do IUR: Muitos mindelenses continuam sem ver “a cor do dinheiro”

22/10/2013 01:30 - Modificado em 22/10/2013 01:05

pagar dinheiroO Notícias do Norte apurou que vários funcionários da Administração Pública continuam a enfrentar problemas para obter a devolução do IUR (Imposto Único sobre o Rendimento) em atraso desde 2008. Apesar desse imposto ter sido devolvido nalgumas ilhas, existem ainda muitas reclamações por parte dos contribuintes são-vicentinos. Vários trabalhadores reclamam que o valor recebido não corresponde ao dinheiro enviado pelo Tesouro. Outros dizem que ainda nem viram “a cor do dinheiro” e nem tiveram nenhuma explicação por parte da Repartição das Finanças de São Vicente.

 

Durante o mês de Julho, a Direcção-Geral do Tesouro começou a efectuar a devolução do Imposto Único sobre o Rendimento (IUR) aos trabalhadores, dando a entender que colocava um ponto final numa demora de cinco anos. Mas o certo é que nem todos os contribuintes tiveram a mesma sorte.

 

Há quem ainda não tenha recebido o dinheiro devido pelo Tesouro e outros depararam-se com irregularidades no valor. Perante isto e volvidos três meses, vários mindelenses decidiram romper o silêncio para demonstrarem a própria indignação perante os constrangimentos provocados durante o tempo de espera, sem que haja alguma solução.

 

Humberto Teixeira sublinha que há que pôr justiça nesta devolução do IUR referente a 2008, porque “existem manobras dilatórias para pagar aos contribuintes aquilo a que têm direito”. Quando na verdade, é preciso esclarecer as pessoas como decorre a devolução e o porquê da demora de vários anos.

 

“Tenho esperança de receber o IUR de 2008 e dos anos seguintes, pois com esta situação de impasse entra-se num cenário de estagnação. Estou há cinco anos sem ver a cor do dinheiro que me é devido. Sabe que em caso de dívida, utilizam medidas coercivas para o pagamento e quem tem para receber. E para resolver o meu caso, tenho ido à Repartição das Finanças, mas até hoje nada resolvido” afirma Humberto.

 

Antónia Santos e Pedro Soares afirmam que passaram pela Repartição das Finanças de São Vicente, mas a única informação que tiveram é que devem contactar os serviços do Tesouro na Praia. Mas este online sabe dos constrangimentos que se enfrenta para se contactar telefonicamente os responsáveis das instituições do Estado sediadas na Praia a partir de São Vicente, quando não somos amigos ou camaradas. E isso demonstra que a centralização não é uma invenção nossa.

 

Por sua vez, Leandro Silva critica a forma como foi repartido o valor pelos trabalhadores, “conheço gente que já recebeu a totalidade, outros nenhuma parte do dinheiro e há quem ainda se deparou com um valor depositado que não corresponde ao esperado”, conclui. André Pires também está à espera da devolução do IUR. Este contribuinte confessa a sua insatisfação e critica a forma como foi implementado o sistema de pagamento que faz com que uns recebam a mais e a menos e outros que não recebam nada. “O processo está confuso, porém, espero ter o meu dinheiro de volta, porque me faz falta nas despesas familiares”.

  1. GD

    Ou é desorganização ou é gozo, troça. Mexeram nos montantes do reembolso e não se dignaram em notificar os contribuintes das alterações esperadas. Quase toda gente que ja recebeu viu o montante diminuido. Eu sei que cortaram o valor de que me tinham notificado em 5.000$00 porque fiu informado por uma pessoa amiga que trabalha nas finaças. Continuo a aguardar a notificação das finanças e claro o depósito.
    O atrazo de 5, 4, 3 e 2 anos nas devoluções ja custou ao PAICV o meu voto.

  2. Carlos Silva - Ralão

    E quando vi esta notícia pensei que estávamos a caminho de receber o IUR de 2009, afinal ainda tem cidadãos que nem receberam o de 2008! Se conseguirem devolver o IUR de 2009 em 2014, para quando as devoluções de 2011 e 2012? Algum técnico do Ministério das Finanças poderia nos esclarecer aqui ou dar-nos estas informações? Mesmo que seja uma previsão, pode nos informar no anonimato, não precisa colocar o respetivo nome aqui nos comentários.

  3. Julio Goto

    …Viva a boa governacao.

  4. santantonense

    Eu também, continuo á espera da devolução. Primeiramente desapareceram com o meu processo, e agora, essa demora.Só espero que não desapareçam também com o meu dinheiro. Isto está mesmo mal!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.