Teve alta e aguarda instrução do processo criminal

22/10/2013 00:55 - Modificado em 22/10/2013 00:55

330_JusticaMarteloTresO homem que foi atirado de um precipício em Santo Antão já teve alta médica. Agora resta esclarecer em que circunstâncias ocorreu o incidente que quase lhe tirou a vida.

 

Os Serviços de Traumatologia do Hospital Baptista de Sousa deram alta ao homem de 28 anos, cujos indícios apontam que foi atirado por cinco indivíduos para um precipício com cerca de cinco metros de altura na localidade de Lagoa, cidade da Ribeira Grande, ilha de Santo Antão, na sequência de uma festa. O seu estado de saúde é estável, pelo que deverá regressar à sua ilha para prestar declarações sobre os factos que determinaram essa situação.

O caso ocorreu no dia 24 de Setembro na localidade de Lagoa e a vítima sofreu várias lesões, por isso, teve de ser evacuada para o Hospital Baptista de Sousa na ilha de São Vicente. O indivíduo esteve cerca de um mês internado dos Serviços de Traumatologia porque sofreu uma fractura numa perna e ferimentos na cabeça.

Este online soube que o mesmo terminou a fase de recuperação depois de ter dado entrada nesse serviço em estado crítico. “Esteve alguns dias agitado devido às lesões sofridas no incidente mas agora, o seu estado de saúde é estável. Teve alta médica nesta segunda-feira, depois de finalizar o processo de recuperação”.

O homem deve seguir viagem para a ilha de Santo Antão nas próximas horas, na medida que será interrogado pelas autoridades policiais e Ministério Público sobre as causas que determinaram o seu arremesso para um precipício. Por sua vez, os indivíduos envolvidos no caso deverão prestar novas declarações, bem como as testemunhas arroladas ao processo.

 

  1. Santos Morais

    Precipício com cerca de 5 metros de altura? uuiiiiii

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.