Avaliação: Universidades vão prestar exames

21/10/2013 00:06 - Modificado em 20/10/2013 22:40

António Correia SilvaO Ministério do Ensino Superior e Ciência aposta na melhoria da qualidade do ensino das universidades, criando condições para que os jovens possam ter um ensino de maior qualidade. O objectivo centra-se na preparação dos jovens de forma que possam ingressar no mercado de trabalho mais preparados.

 

O Ministro do Ensino Superior e Ciência, António Correia e Silva, durante a inauguração dos estúdios de rádio e televisão na Universidade Lusófona, anunciou que em 2014 o seu Ministério vai “desencadear um ciclo de avaliação de todas as universidades em função de novas exigências” de ensino da actualidade.

 

Este projecto, como anuncia o Ministro, visa “garantir a qualidade” do ensino superior no país. “Queremos todos garantir que as nossas universidades continuem a salvaguardar a melhoria do desempenho”, sublinha o Ministro.

 

Esta avaliação, como explica Correia e Silva, almeja a um melhor desempenho mas, explica que será feita em sintonia com as universidades e a sociedade civil.

  1. Coculi

    Avaliar essas pseudo universidades é simplesmente uma palhaçada. Quem vai avaliar quem? Nem professores universitários temos. É uma perfeita máfia ludibriando o povo que se encontra cada vez mais ignorante e obsecado com estudos universitarios que nem nível secundário têm comparados com países mais evoluídos.
    Jobs para os meninos/as do partido. Infelizmente o MP é tambem incompetente pois competia-lhe abrir um inquérito para apuraras responsabilidades e punir esses burlões.

  2. João Suanca

    Este Ministro mais parece um brincalhão do que outra coisa. A Universidade de Formação Superior está em condições de ser avaliado?

  3. Atento

    Pois é Coculi, não temos professores universitários. Estas universidades nem se comparam com as escolas secundárias dos países mais evoluídos. As privadas então nem se falam, cada ano pior. Como é possível alunos fraquíssimos nos liceus a fazerem licenciaturas com maior facilidade enquanto temos bons alunos que vão para exterior passam anos a estudar (fazendo cadeira a cadeira) por causa das altas exigências. Só treta para aparecerem na comunicação social de fato e gravato e o resto é tudo vazio.

  4. V. Neno

    Mais uma deste vendedor de louro fedi. ja tentaram averiguar quantos filhos desses reitores e administradores das nossas universidades de “excelencia” segundo o nosso ministrinho, frequentam o ensino superior em Cabo Verde? Claro que nenhum. Se eu fosse reitor da UNICV ou de qualquer outro desses autenticos estabelecimentos comerciais também não o faria. Nem pensar!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.