Paul: corpo de pescador desaparecido há dezoito dias ainda não apareceu

8/10/2013 00:57 - Modificado em 8/10/2013 00:57
| Comentários fechados em Paul: corpo de pescador desaparecido há dezoito dias ainda não apareceu

edsonDepois de realizarem buscas no mar do Município do Paul, Santo Antão, as autoridades locais não encontraram qualquer vestígio do corpo do pescador Edson “Púpú” Fernandes. Com o passar dos dias, as esperanças de encontrar o corpo do jovem começam a desvanecer. Sem vestígios do corpo no mar ou na zona costeira, a angústia continua a consumir a família, que espera resgatar o corpo de Edson.

 

Volvidos 18 dias sobre o desaparecimento do corpo desse pescador, ocorrido no dia 20 de Setembro quando pescava, o paradeiro de Edson continua a ser um mistério. Morador na localidade de Paço, concelho do Paul, saiu para a pesca na companhia de duas pessoas, por volta das 6 horas.

 

Mas, depois de cerca de quatro horas na faina, o jovem de 27 anos que sofria de epilepsia sentiu-se mal na proa do bote quando pescava à linha, tendo caído de imediato no mar entre as imediações de Teréfe, Praia de Gi e o Farol Fontes Pereira de Melo.

 

Um dos colegas, um homem de 70 anos que estava com ele no barco tentou socorrê-lo, mas a sua tentativa foi em vão porque Edson começou a afundar de forma rápida. As autoridades locais, a Polícia Nacional e a população realizaram várias operações para resgatar o corpo, mas estas mostraram-se “infrutíferas, pois não se viu qualquer vestígio do jovem, quer no mar quer em terra”.

 

Com o passar dos dias, o corpo do pescador continua sem dar à costa ou emergir à superfície do mar do Paul. O NN apurou que se suspeita que o corpo poderá estar encurralado numa das várias beiras marítimas que ladeiam o concelho e que a qualquer momento possa ser avistado por algum cidadão que estiver em pescaria ou que as correntes o tragam à costa.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.