Oito meses sem salário: Lúcio di borla

7/10/2013 01:10 - Modificado em 7/10/2013 01:10

FBL-WC2014-TUN-CPVO seleccionador nacional Lúcio Antunes veio a público dizer que desde o mês de Março que a FCF não lhe paga. E mais , diz que o seu contrato terminou no em Março e que “Desde então estou a trabalhar sem contrato, sem salário, sem nada. ” Ou seja um Lúcio Di Borla.

 

Um treinador sem contrato numa selecção que esteve a um passo do Mundial de 2014. Isto quando muitos questionam o amadorismo da FCF numa selecção que esteve na CAN e chegou aos play off do Mundial de 2014. Amadorismo esse que estará na base derrota da nossa selecção na secretaria devido a inscrição de um jogador que estava castigo.

As declarações de Lucio lançam mais achas na fogueira que arde na FCF e levanta várias questões sem resposta. Porque os salários do seleccionador não foram pagos ? Espera-se é que a pessoa na FCF que recebeu a correspondência da FIFA via DHL, onde se informava sobre os castigos esteja com os salários em dia .

Por enquanto espera-se por um novo recurso, para que a nação saiba porque o seleccionador trabalha de borla e outras ” coisitas” relacionadas com correspondências da FIFA .

  1. Severino Manuel

    Muita treta, muita picardia dessa gente. Esses larápios andam tentam confundir as pessoas de todo o modo

  2. cidadania.lopes

    Como????? Deve ter sido este o motivo de terem vendido a nossa seleccao e de deitarem por terra a esperança de um povo. Deveriam ter vergonha.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.