Presença da Policia nos presídios: Sindicato vai apresentar queixa à OIT

4/10/2013 00:03 - Modificado em 3/10/2013 23:50

Greve_PN veste a farda de agentes prisionais nos presídios (1)A presença de agentes da Polícia Nacional requisitados pelo Ministério da Justiça para substituírem os agentes prisionais nas Cadeias de Cabo Verde por se encontrarem em greve, pode ganhar novos contornos. O Sindicato dos Trabalhadores do Comércio e Serviços, por via do sindicalista João Mette, em representação dos agentes prisionais ameaça recorrer à Organização Internacional do Trabalho para apresentar uma queixa.

 

Em declarações à RCV, o sindicalista abordou a questão dos agentes da PN estarem a fazer a segurança dos reclusos, ocupando os postos de vigilância. João Mette assegura que a Polícia Nacional não tem legitimidade para assumir esse papel. Como consequência dessa situação, o STCS avança que vai pedir audiência ao Presidente da República para expor essa questão, bem como ao Primeiro-ministro e que o Sindicato vai fazer uma queixa à OIT em relação a essa matéria.

Nesta quinta-feira, os agentes prisionais cumpriram o seu terceiro e último dia de greve que fica marcada por uma requisição civil elaborada pela Direcção-geral dos Serviços Penitenciários e Reinserção Social e que não foi acatada pela maioria dos grevistas. João Mette considerou essa acção da DGSPRS como uma “manobra” e defende que “não acatamos essa notificação, porque a requisição civil é feita mediante Portaria do Governo e publicada no Boletim Oficial e deve ser divulgada ao público”.

Questionada sobre a presença da Polícia Nacional, o Director-geral dos Serviços Penitenciários e Reinserção Social, Jacob Vicente sublinhou que não se trata de nenhuma ilegalidade, porque a tutela está apenas a garantir a segurança das prisões, pois estas não podem ficar abandonadas e expostas ao perigo.

 

  1. Alcindo Amado

    A presênça da Polícia Nacional para providenciar segurança nas penitenciárias do país é correcta e aplaudida por todo o cidadão de bem. Será que os “Sindicatos” queriam que os presos ficassem à solta durante a greve dos guardas? Temos duas prisões de alta segurança no país, cujas dimensões do perigo exigem mais responsabilidade por parte dos agentes. Existem outras formas de luta mais eficazes e menos arriscadas. Espero que o Governo assume as suas responsabilidades com os agentes prisionais.

  2. CANDIDO SALOMAO

    Gente de cadeia ma sindicato, é gent más MALANDRE, QE TÁ IXISTI!!! Más pior qe ANGOLANE!!!…

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.