Bombeiros defendem profissionalização

27/09/2013 00:26 - Modificado em 27/09/2013 00:26
| Comentários fechados em Bombeiros defendem profissionalização

bombeirosOs Bombeiros Voluntários de Santo Antão querem discutir com a Associação dos Municípios de Santo Antão , que incorpora os concelhos da Ribeira Grande, Porto Novo e Paul , a profissionalização de alguns homens que compõem a classe .

 

Em declarações à Inforpress, Corsino Fortes, comandante do Corpo dos Bombeiros do Porto Novo assegura que os Bombeiros de Santo Antão já enviaram uma carta a Associação dos Municípios de Santo Antão, onde manifestaram o desejo de se encontrarem com os dirigentes da AMSA para discutir vários assuntos, entre eles a profissionalização da classe.

No decurso do encontro, cuja sua validação depende agora dos representantes máximos da Associação dos Municípios de Santo Antão, os Bombeiros pretendem apresentar uma proposta: a profissionalização de 18 bombeiros, seis em cada município, para que possam trabalhar em regime de permanência nos quartéis.

Os Bombeiros de Santo Antão defendem que a falta de profissionalização da classe tem gerado alguns constrangimentos, uma vez que em casos onde há a necessidade de intervenção rápida de bombeiros, a sua mobilização torna-se complicada e leva algum tempo, na medida têm de ser chamados nas suas residências .

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.