A FIFA: as derrotas na “secretaria” falseiam a verdade desportiva

24/09/2013 07:45 - Modificado em 24/09/2013 07:45

fifaA FIFA está preocupada com o elevado número de jogadores inscritos irregularmente nos jogos da qualificação africana para o Mundial de futebol de 2014.Só no grupo de Cabo Verde seis pontos foram decididos na secretaria.

 

Um dirigente da FIFA manifestou-se hoje preocupado com o elevado número de jogadores inscritos irregularmente nos jogos da qualificação africana para o Mundial de futebol de 2014. O director da FIFA MustaphaFahmy, antigo secretário-geral da Confederação Africana de Futebol (CAF), recordou que a África foi o único continente a deparar-se com este problema. Considerou que: «Um grande número de equipas africanas caiu em desgraça com as regras da competição que estão claramente enunciadas. E isso aconteceu apenas em África. Outros continentes como a Europa, a América do Sul e a Ásia não tiveram os mesmos problemas». Mustapha sustenta que «a FIFA precisa olhar para o que aconteceu e trabalhar para encontrar soluções e formas de evitar ocorrências semelhantes no futuro».

Países como Cabo Verde, Guiné Equatorial, Etiópia, Sudão e Togo alcançaram vitórias que acabaram por ser retiradas na “secretaria” para lhes serem impostas derrotas por 3-0, como sanção pelo uso de jogadores inelegíveis, enquanto que o Burkina Faso e o Gabão perderam jogos que tinham empatado. Existe o entendimento que “essas derrotas falseiam a verdade desportiva, o esforço dos jogadores em campo”. Só no grupo de Cabo Verde seis pontos foram decididos na secretaria.

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.