Boa Vista: População vive num calvário com os apagões diários

19/09/2013 00:33 - Modificado em 19/09/2013 00:33
| Comentários fechados em Boa Vista: População vive num calvário com os apagões diários

luz velaA população da ilha da Boa Vista continua a sofrer com a falta de energia eléctrica, situação que se arrasta há cerca de dois meses. Para as pessoas e representantes de empresas sediadas na ilha, as várias horas sem electricidade têm provocado transtornos. Criticada por causa dos apagões constantes e diários, a AEB, entidade responsável pela concessão de energia eléctrica aos cidadãos defende-se afirmando que o problema está na desgastada rede de média tensão que há algum tempo deveria ter sido substituída pelo Governo.

 

Em declarações à RCV, a população da ilha da Boa Vista descreveu como “insustentável” a situação energética na ilha das Dunas que está a ser afectada por cortes diários nos períodos diurnos e nocturnos. Os cidadãos sublinham que desde o ano passado convivem com momentos de apagões na ilha. Porém, nos últimos dois meses, os transtornos aumentaram porque falta luz em casa diariamente e muitos operadores económicos não conseguem prestar os seus serviços.

 

O certo é que o calvário dos apagões iniciou com os testes ao novo gerador instalado na praia de Chaves para a criação de uma Central Única na Boa Vista e, depois, devido à queda das chuvas. Elaine Graça, directora comercial da AEB, Águas e Energia da Boa Vista assegura que “houve apagões relacionados com a instalação do gerador, pelo que a situação já foi estabilizada. E agora, devido às condições climatéricas, temos tido avarias na linha de transporte de média tensão aérea e subterrânea”.

 

Mas o problema de fundo está no desgaste da rede de média tensão que segundo a AEB, há muito deveria ter sido substituída pelo Governo, uma promessa não cumprida. “No início da subconcessão da AEB, o prometido era a mudança da linha de média tensão que vem à cidade de Sal Rei. Até agora não foi feito. Por conseguinte, a AEB decidiu fazer essa mudança para evitar constrangimentos com os clientes” explica Elaine Graça.

 

A directora comercial da Águas e Energia da Boa Vista conclui dizendo que o início dos trabalhos está previsto para o mês de Novembro e que pretende-se trazer a linha da praia de Chaves até Sal Rei e que, num segundo momento, mudar a linha subterrânea de média tensão já existente no centro de Sal Rei que vem causando alguns apagões na ilha.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.