Capitania dos portos espera descobrir o paradeiro do navio Roterdão

18/09/2013 00:19 - Modificado em 18/09/2013 00:19

navio mar1As autoridades marítimas suspenderam as buscas por via aérea e marítima para encontrarem vestígios do navio de carga Rotterdam desaparecido há dez dias. Por agora, a tese de um naufrágio continua a ser um mistério, pelo que as autoridades recorreram a mergulhos na tentativa de confirmar ou desmentir essa situação. A Capitania dos Portos sublinha que a esperança é a última a morrer e que espera descobrir o paradeiro do Rotterdam e encontrar os seus tripulantes.

 

Neste sentido, o capitão dos Portos de Barlavento avança que as autoridades marítimas estão a realizar operações de mergulho nas imediações do cais da Praia para seguirem pistas que apontem para o naufrágio da embarcação nessa área. Manuel Claudino continua a ser cauteloso em afirmar que houve o afundamento do navio Rotterdam. E assegura que foram informados que a embarcação deixou o cais com uma sobrelotação de carga, por isso, optaram por essa operação.

 

“A investigação desta operação irá descartar ou confirmar se o navio terá afundado nas imediações do cais da Praia, tendo em conta as más condições climatéricas que se faziam sentir na altura do acidente. Estamos a fazer o nosso trabalho e já equacionamos a abertura de um inquérito para apurar as circunstâncias em que ocorreu o acidente e, eventualmente, as causas que estão na origem desta situação” explica Manuel Claudino.

 

O capitão dos Portos de Barlavento sublinha que as autoridades marítimas não excluem a possibilidade do navio estar a flutuar ou a navegar à deriva. E com o sistema de comunicação e segurança marítima e do centro de salvamento e buscas marítimas, estão-se a transmitir alertas sobre o navio Rotterdam e, assim que for detectado, as autoridades marítimas actuarão pelo que o navio Guardião pode ser a unidade escolhida para a operação de resgate.

 

Manuel Claudino esclarece que a buscada embarcação ainda não está encerrada e que estão suspensas as actividades de busca aérea e marítima tendo em conta que o resultado que contou com o apoio da Cooperação Internacional não localizou o navio.

  1. JC

    QUANTO A MIM, PASSADO TODO ESTE TEMPO, NADA MELHOR DO QUE FORMAR UMA COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO. ASSIM, SEMPRE SE GERAVA ALGUM MOVIMENTO NA DÉBIL ECONOMIA DAS ILHAS, TENDO EM CONTA OS ALMOÇOS, JANTARES, DESLOCAÇÕES, PALESTRAS, ETC, QUE O “FARTO” ERÁRIO PÚBLICO PAGARIA PELO EVENTO. COMO É USUAL DIZER: “DEPOIS DE CASA ROUBADA, TRANCAS NA PORTA”. ETA AÍ, CABO VERDE NO SEU MELHOR…

  2. São Vicente

    Por favor bsot podia publica nome de ques tripulante é q tava naquel embarcaçao,por favor. Deus ta companhas e trazé boas noticias.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.