Inicio do ano lectivo em SV: expectativas altas

17/09/2013 00:24 - Modificado em 17/09/2013 21:51
| Comentários fechados em Inicio do ano lectivo em SV: expectativas altas

Escola Básica Manuel Rodrigues GomesA escola abriu e começou a azáfama de todos os anos, onde estão incluídos professores, alunos, matérias, trabalhos de casa, misturados com dedicação e amizades pelo meio. Em todo o país, o número de alunos ultrapassa os 142 mil no ensino básico e secundário. Os primeiros dias de aulas são marcados pela oportunidade dos alunos entrarem em contacto com os colegas e amigos, com os professores e o horário escolar.

 

Em São Vicente, os alunos no primeiro dia de aula mostram-se motivados para o ano lectivo. As promessas são de “mais empenho e dedicação” e que “este ano lectivo seja melhor do que o anterior”. Reider Costa vai estudar o 8º ano e espelha a motivação dos estudantes. “As perspectivas são conseguir passar de ano e com notas altas”. Mas este é o sentimento generalizado por todos os que esperam conseguir.

 

Para cumprir com os objectivos traçados no início do ano, há-de haver muito estudo e dedicação. Marcos Monteiro que também vai estudar o 8º ano sabe que “se não se dedicar não conseguirá alcançar os objectivos” de passar com boas notas.

 

Mas estas mesmas promessas são feitas todos os anos e, muitas vezes, não encontra eco durante o mesmo. Questionamos sobre o que acontece que impede o desempenho e a dedicação desejada e prometida. As respostas variaram. Dircelene Dias tenta explicar que muitas vezes, são os professores que não motivam os alunos, enquanto que para Romina, os alunos “trocam” os estudos por outras actividades.

 

Enquanto não chega a parte séria das matérias, os alunos vão aproveitando o que de bom a escola oferece até agora: “os amigos e o convívio”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.