Peck´s seguiu o encalço de Jackson Martinez… mas saboreou uma derrota

16/09/2013 00:19 - Modificado em 16/09/2013 00:19
| Comentários fechados em Peck´s seguiu o encalço de Jackson Martinez… mas saboreou uma derrota

Peck´s_Gil VicenteO arranque de temporada do tricampeão FC Porto escreve-se em palavras de perfeição após nova vitória (2×0) no Estádio do Dragão sobre o Gil Vicente. O central cabo-verdiano Peck´s jogou 90 minutos e seguiu sempre no encalço do atacante do FC Porto, Jackson Martinez. O avançado que fez um dos golos dos portistas, num lance onde  resolveu à primeira, mas os colegas ficaram a dormir na área possibilitando o golo de Jackson.

 

Antes do filme sem história de mais um triunfo portista no Campeonato Nacional, as mudanças operadas por Paulo Fonseca na equipa. A próxima semana reserva a estreia na fase de grupos da Liga dos Campeões em Viena, frente ao Áustria e o treinador azul e branco tratou de dar descanso aos jogadores comummente titulares.

 

Lucho González, por exemplo, foi um deles, cedendo a titularidade a Juan Quintero que fez o primeiro encontro como titular. Mangala que tinha estado com a selecção francesa durante a semana, também começou no banco, mas seria chamado aos 16 minutos para colmatar a saída de Maicon, por lesão.

 

Mas há mais. Josué que com Paulo Fonseca tem sido aposta regular no «onze» base do novo técnico, também se viu na condição de suplente frente aos gilistas, tudo em nome de uma gestão que começa a ser feita bem cedo na temporada. Depois, nota para o regresso de Varela à equipa, correspondido com o golo inaugural, aos oito minutos.

 

O extremo português surgiu em zona central para finalizar uma assistência de cabeça de Maicon; Adriano ainda defendeu o primeiro remate mas nada pôde fazer para travar o segundo. O FC Porto chegava cedo à vantagem e Paulo Fonseca descansava sobre a certeza que as mudanças não trariam efeitos secundários à equipa.

 

O Gil Vicente tentou ser audaz mas compreendeu que seria constantemente subjugado ao domínio portista, traduzido em eficácia aos 27 minutos, quando Jackson Martínez aumentou a contagem. Adriano voltou a defender um primeiro remate de Licá, mas seria novamente batido na recarga, desta feita pelo colombiano.

 

Final de noite natural no Dragão, com o FC Porto a somar o quarto triunfo noutros tantos jogos no Campeonato Nacional. Quanto ao Gil Vicente, averbou a segunda derrota da época (a segunda em casa de um “grande”), mantendo os seis pontos alcançados em casa frente à Académica e ao SC Braga

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.