FCF considera sem fundamento o protesto da Tunísia

12/09/2013 12:46 - Modificado em 12/09/2013 12:46

cv selecçãoA Tunísia depois de ser derrotada no campo , sem apelo nem agravo, tenta agora ganhar na secretária protestando o jogo de Tunes . A FCF já reagiu e considera que o protesto não tem fundamento .

 

A Federação Cabo Verdiana de Futebol foi notificada pela Comissão Disciplinar da FIFA que foi instaurado um processo disciplinar por uso irregular do defesa central Fernando Varela no jogo com a Tunísia. O jogador estava a cumprir castigo devido a factos ocorridos no jogo com a Guiné Equatorial, mas a FCF defende que não existe irregularidades, uma vez que houve a anulação desse jogo, com a atribuição da vitória aos Tubarões Azuis.

De acordo com director de Comunicação da FCF, Gerson Melo, a Federação Cabo-Verdiana de Futebol (FCF) foi notificada, no passado dia 10 de Setembro 2013, da abertura de um procedimento disciplinar proposto pela Comissão Disciplinar da FIFA (CD FIFA).

No âmbito da abertura do processo disciplinar mencionado, a CD FIFA comunicou à FCF que um jogador Cabo-verdiano, Fernando Varela, estava impedido de jogar frente à Tunísia no passado dia 7 de Setembro em Radis, dado que este mesmo jogador se encontrava a cumprir um período de suspensão de 4 (quatro) jogos em consequência de facto ocorridos durante o jogo frente à Guiné Equatorial que ocorreu em Malabo no dia 24 de Março de 2013.

Com esta situação, a FCF assegura que já procedeu à elaboração e envio da resposta ao processo disciplinar em apreço, dentro do prazo concedido pela CD FIFA, mantendo-se agora confiante num resultado favorável.

Tendo em vista a dissipação de quaisquer dúvidas, a FCF sublinha que “foi aplicado ao jogador em causa, uma suspensão de quatro jogos e que supostamente, o último jogo, frente a Tunísia, seria o terceiro jogo para cumprimento da suspensão do jogador. Contudo, os jogos que opuseram a Selecção Nacional Cabo-Verdiana e a sua congénere da Guiné Equatorial foram declarados anulados, com um vitória por 0-3 e 3-0, respectivamente, atribuída a Cabo Verde”.

Segundo a Federação Cabo-verdiana de Futebol os efeitos provenientes da anulação desses jogos fazem com que todas as sanções disciplinares que tenham ocorrido durante os jogos sejam levantadas, não existindo quaisquer sanções (cartões amarelos e vermelhos).

O mesmo será dizer que as sanções aplicadas aos jogadores com a amostragem de cartões amarelos ou vermelhos deverão ser limpas, não procedendo para efeito dos jogos posteriores. Isto porque, o Código Disciplinar da FIFA estipula de forma clara e inequívoca essa circunstância. E foi com esta mesma base regulamentar que a FCF encetou a sua resposta para a Comissão Disciplinar da FIFA.

Com isto, a FCF diz estar confiante de que irá prevalecer o seu argumento e que as regras do jogo, em especial os regulamentos da FIFA, são para ser cumpridos. E com o assunto ainda sob alçada da Justiça da FIFA, a FCF compromete-se a manter informado todos os cabo-verdianos. E espera que em prol do futebol e do espectáculo desportivo, que seja feita justiça desportiva.

  1. Snap

    O Presidente da FCF deve pedir a demissao o mais urgente possivel porque isto é incompetencia
    RUA JA SEU INCOMPETENTE

  2. Mindelo

    FIFA NÃO DARIA UMA BARRACADA DESSA.
    SE O JOGADOR LEVOU O CATAO VERMELHO PUNIDO COM QUATRO
    JOGOS E JA CUMPRIU DOIS ., MESMO COM A ANULAÇAO DO JOGO
    CONTRA G.EQUATORIAL O REGULAMENTO DA FIFA BRASIL 14 DIZ
    Q OS CASTIGOS SAO PARA SEREM CUMPRIDOS. OU SEJA A ANULA
    ÇAO NAO ABRANGE OS CARTOES.

    A BARRACADA QUEM DEU FORAM OS SRS DE CV. DEVIAM LER
    O REGULAMENTO.
    DEMISSAO DESTES SENHORES JÁ.

  3. Carlos

    Não houve anulação do jogo, mas sim anulação do RESULTADO do jogo. São coisas diferentes. Portanto o jogo conta.

  4. amine-oran

    congratulation TUNISIA ! cap vert take point with fifa reclamation ! and is only justice for tunisia who was qualified before the reclamations au cap verde

  5. Karlos

    CARLOS, TENS RAZAO, ANULAÇAO FOI DO RESULTADO. MAS O CASTIGO DEVE SER CUMPRIDO CONFORME O REGULAMENTO DA FIFA.

  6. Artur Silva

    Mesmo que aqueles BURROS fizessem confusão com anulação do jogo, a obrigaçao era nao colocar o jogador em campo. O Mário Semedo tanto chorou na rádio porque não tinha despensa para ira a Tunisia, agora deve demitir-se junto com os outros e pagar do seu bolso os 6 mil francos suiços (4.850 euros) que a FIFA nos multou. Isso nem na Liga dos Veteranos aqui em São Vicente acontece. Bsot tem tud cabo-verdiano desepcionod

  7. Jose Antonio Sousa

    Um dia triste para todos os caboverdianos por um erro infantil da FCF, eu fico a imaginar como se sente os rapazes que deram tudo em campo e estavam a viver um sonho de estar a um passo do mudial 2014.
    Reconhece o grande trabalho feito pela FCF ate aqui mas agora nao tem condicoes para continuar e nao esperam que a FIFA vai voltar atraz com a decisao

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.