Tubarões Azuis: vitória manchada pela não transmissão do jogo

9/09/2013 00:49 - Modificado em 9/09/2013 00:49

tvCabo Verde, no caso São Vicente, está satisfeito com os resultados dos Tubarões Azuis no apuramento para o Mundial de 2014 no Brasil. A vitória sobre a Tunísia por 2-0 coloca Cabo Verde a uma eliminatória do Mundial. Acontecer será um feito inédito e o coroar duma caminhada de sucessos juntando a inédita participação no CAN 2013. Mas a confiança dos mindelenses é que Cabo Verde está num bom caminho e que ainda vai dar muitas alegrias à nação. Pedro Fortes Pires, Bela Vista, é um exemplo desta confiança e afirma que “Cabo Verde ainda vai longe”.

 

A vitória cabo-verdiana somente ficou manchada por um único motivo: o facto dos cabo-verdianos não terem tido a oportunidade de assistir ao jogo. A única forma de acompanhar o jogo foi através do relato da RCV. Pedro Fortes Pires expõe com tristeza que “gostaria de ter visto o jogo em directo”. Diz Carlos Dias que a emoção poderia ter sido maior vendo o jogo como aconteceu por altura do CAN. E completa César Santos que apesar de ter acompanhado a vitória pelo relato da rádio, diz que não é a mesma coisa poder viver o jogo através da televisão.

 

As críticas são feitas directamente à televisão pública e à sua posição de não transmitir os jogos. Apesar dos entrevistados pelo NN terem a consciência de que há questões financeiras envolvidas nas transmissões dos jogos, isso não atenua o tom crítico dos mindelenses. Sérgio Delgado afirma que ainda não entendeu porque razão a televisão pública “não fez a transmissão de um jogo que entrou para a história de Cabo Verde”. Nuno Dias acrescenta que todas as pessoas queriam ver os jogos e celebrar juntos com a selecção mas “mas não foi possível”.

 

A importância do jogo frente à Tunísia é o que deixa os apoiantes dos Tubarões Azuis mais desolados com a não transmissão dos jogos. O facto apontado pelos entrevistados é que muito se fez para que os jogos do CAN pudessem ser transmitidos e um jogo de “tamanha importância merecia o mesmo tratamento”. Mas há quem também traga à tona a questão dos jogos do Afrobasket 2013, onde Cabo Verde terminou em 6º lugar, que não passaram na televisão pública mas sim na privada.

 

O pedido é que a situação seja revista e que os cabo-verdianos possam continuar a acompanhar a sua selecção vendo os jogos através da televisão. E de forma séria Sérgio Delgado lança o aviso para o jogo do play-off que Cabo Verde vai jogar fora e coloca logo no horizonte também os jogos do Campeonato do Mundo “que todos vão querer ver”.

 

  1. Tubarão Saovicentino

    A TCV devia sentir vergonha de dizer que ja é uma televisão internacional e tb devia pensar duas vezes antes de dar o caçubody de 400 e tal escudos todos os meses nos bolsos dos caboverdeanos, pq é vergonhoso qdo a selecção de todos nós que é o nosso maior orgulho joga e a TCV televisão publica simplesmente ignora a nossa selecção e os caboverdeanos, televisão d’infer era isto que deveria ser chamados.

  2. CidadaoCV

    Não concordo com a expressão; “vitória manchada …”. Nós todos sabemos que a nossa TVEC não tem dinheiro, apesar dos 496$00 mensais que “cobram” mensalmente de cada cabo-verdiano que tenham um contrato com a Electra. Se tivesse sido possível, com certeza que a TVEC teria transmitido o jogo. Foi uma vitória e pera. Nada nem ninguém teve o poder de ofuscar ou “manchar” tão brilhante exibição da Selecção Nacional. Até os tunisinos renderam-se, e no fim já muitos apoiavam a Selecção Nacional.

  3. idels

    COMO NAO CONSEGUIRAM DEVIA SEQUER PASSAR A REPETICAO ISSO EU ACHO QUE DAVA CUSTO ZERO PK OS JOGOS JA ESTAO GRAVADOS. EU ACHO QUE TODOS OS DESPORTOS DEVERIAM SER ( SE HOUVER OPORTUNIDADES/CHANCE…) PUBLICADOS NA TCV PK MERECEM APOIO …FALTA DE …

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.